terça-feira, 2 de outubro de 2012

i must be dreaming - parte 7


Estávamos Eu, mamãe, papai e Molly esperando Lucy, a amiguinha do intercambio e Nicholas. Olhei para todos os cantos procurando a loira do cabelo rosa mais não a encontrei em lugar nenhum, bufei e desisti, ficar brincando com Molly era mais interessante, só que não.
Lucy chegou pulando em meu colo e me abraçando, quer dizer, me enforcando. Aquela pirralha era uma insuportável mais eu não vivia sem ela, quando olhei pra frente vi quem eu menos esperava, a loira do cabelo rosa. Não, Não, Não cara não creio era ela mesmo? ali?

- que saudade que eu estava de você pimpolho - Lucy dizia me chamando pelo apelido que eu odiava.

- também senti sua falta Lucille - enfatizei o seu nome, sabia que ela odiava que chamassem ela assim.

- viado -ela resmungou me soltando- Ah já ia me esquecendo -ela bateu na própria testa- essa é Demi, minha melhor amiga. A garota do brasil -ela disse sorrindo

- ooi Demi -eu sorri explodindo de felicidade, eu era um filha da puta de um sortudo dude.

- oi -ela sorriu de um jeito tímido.

- o que vocês acham de irmos a uma pizzaria meus anjinhos? - minha mãe perguntou com uma doçura extrema na voz, como sempre.

- vamos, eu to caindo de fome - Demi disse fazendo uma cara de desespero fazendo todos inclusive eu rir.

- ser uma estrela do roque não é facil não viu - Lucy disse jogando os cabelos tingidos de rosa pink.

- e da muita fome - Nick completou fazendo bico, viadagem isso ein Nicholas.

DEMI POV's

Fomos andando até o estacionamento da escola, todos estavam na frente mais puft eu era a Demi e estava lá atrás procurando meu celular que estava perdido no buraco sem fim que eu chamava de bolça.

- você ta bem? - olhei pra frente e vi o irmão da Lucy me olhando com os olhos cerrados e segurando a risada.

- eu estou ótima -disse normalmente enquanto voltava a procurar meu celular na bolça.

- Demi...Demi....DEMI! -não escutei mais nada, só senti o chão gelado tocando meu rosto - Caralho, você ta bem? -ele perguntou e não sabia se ria ou se me ajudava.

- ai minha boca -eu disse e dez segundos depois eu comecei a rir histericamente- ai essa vai entrar pra uma das melhores, disse enquanto ele me ajudava a levantar.

- o que? -ele perguntou confuso mais sorrindo, ele tinha um belo sorriso...

- é que isso é bem normal, sou lerda, desastrada...isso nem foi nada -dei de ombros fazendo ele gargalhar alto.

- SUAS TARTARUGAS, VAMOS LOGO EU TO COM FOME. DEMETRIA VOU TE ESTUPRAR A NOITE SE VOCÊ NÃO VIR AQUI AGORA -Lucy gritava la de fora.

- fico emocionado com o relacionamento de vocês - Joe disse ironicamente

-ate eu fico - disse rindo 

Fomos correndo até o estacionamento e logo estavamos na pizzaria comemorando a apresentação e rindo, rindo muito alto. Tão alto que o garçom foi na mesa com uma calma falsa dizer que estávamos incomodando os clientes. Voltamos pra casa algumas horas depois e eu sai em disparada até meu quarto deixando a porta aberta. Peguei o notebook e liguei, logo apareceu a pagina que eu estava antes de ir a apresentação...Once Upon a time, uma das minha series favoritas a tipo uns três dias -não falem nada, só ouvi falar dela esses dias e quando assisti me apaixonei por tudo lá.

- tudo bem, vamos tomar banho e depois a gente volta, né Demi? -eu falava comigo mesma enquanto pegava meu shorts de bolinhas e uma regata branca no armário.

Depois de alguns minutos sai do banheiro linda, bela, gostosa e cheirosa cantando uma musica minha.

-você tem uma bela voz -ouvi alguém dizer e dei um pulo pra trás assustada caindo no puff que tinha ali - e é bem desastrada -ele riu e eu finalmente o reconheci, era Joe.

- o que você está fazendo aqui? -perguntei me recuperando do pequeno tombo e indo me sentar ao lado dele em minha cama.

- eu estava passando, ai ouvi você cantando no chuveiro e fiquei ouvindo -ele sorriu envergonhado, aquilo era fofo.- e depois eu fucei aqui no seu computador e você estava assistindo once upon a time e provavelmente você ache isso bem coisa de viado mais eu curto essa serie -ele riu e eu ri junto

- ta brincando com a minha cara né? -perguntei desconfiada e ele negou mordendo o labio inferior logo depois fazendo uma cara de culpado. Não sabia se o agarrava ou ria.- meu deus casa comigo -falei boquiaberta 

- marco a data amanha mesmo -ele piscou e eu gargalhei alto, alto de mais- você precisa se controlar Dem, minha mãe vai vir aqui te bater daqui a pouco.

- não tenho culpa que eu tenho um palhaço bem aqui na minha frente -dei de ombros.

- nossa, vou embora depois dessa -ele fez um biquinho fofo e eu ri de novo.

- isso sim, foi uma bela viadagem! -eu disse apontando seu biquinho e ainda rindo.


Dei play na serie e nós ficamos assistindo por um bom tempo, eu ficava hipnotizada com aquela serie, amava contos de fadas ainda mais esses que eram uma historia completamente diferente e melhor.

- porque você veio pra Londres? - Joe perguntou do nada tirando minha atenção da pequena tela do notebook.

-porque era meu sonho, desde criança sonho em vir morar aqui -eu sorri com os olhos brilhando só em me dar conta novamente que estava morando em Londres. - e você porque saiu daqui? -perguntei 

-era meu sonho -ele disse me imitando e nós dois rimos- eu tentei fazer a banda rolar aqui, não deu certo. Pensei que se fosse a outro lugar rolaria mais nem assim deu certo -ele suspirou triste

- é porque não chegou a hora ainda, tudo tem seu tempo. Sua banda ainda vai ser famosa e você vai me dar ingressos de graça - eu disse fazendo ele sorrir abertamente.

-deus te ouça -ele falou rindo- você acredita nessa coisa toda?

- que coisa toda? -perguntei confusa

- contos de fadas, maldições, príncipe encantado...-ele deu um sorriso tímido.

-acredito, mais não como é na serie, ainda acho que meu príncipe encantado vai aparecer mais obviamente não em um cavalo branco -eu ri- enfim, acredito.

Ele concordou com a cabeça e continuamos a assistir mais um episódio daquela coisa viciante. Eram uma hora da amanha quando eu me virei pro lado e vi Joe com a cabeça encostada em meu ombro dormindo feito um anjo, mentira. Ele dormia com a boca aberta e um pouco de baba escorria na minha regata branca, Mais ele era tão lindo e fofo que nem liguei. sorri sozinha e tirei a cabeça dele com cuidado deitando-a no travesseiro fofo, levantei-me da cama e guardei o computador e me joguei de volta na cama. Não fazia mal algum certo, estávamos vestidos, ele babando no travesseiro dele e eu no meu, sem putaria alguma.

- OH MEU DEUS! - alguém gritou em algum lugar mais eu nem me importei, continuei dormindo. - MEU DEUS, MEU DEUS! -o ser irritante gritou novamente, mais que caralho!- NICK, MAMÃE, TODOS, AHHHHHHHH! -reconheci a voz sendo de Lucy e abri um dos olhos mais fechei-os logo em seguida, a claridade era irritante.

-que droga, calem a boca! -ouvi Joe resmungar atrás de mim e senti sua respiração batendo em meu pescoço.

Meu pescoço...Joe...meu quarto. DROGA ERA ISSO, abri os olhos assustada e quando fui levantar foi um pouco difícil porque Joe estava com os braços em volta de minha cintura, meu deus a gente tinha dormido de conchinha? por isso o barraco de Lucy! droga.

- Dude, tu é rápido ein! - Nick comentou me deixando vermelha feito pimentão.

- o que? - ele finalmente acordou coçando o rosto e depois olhou pra mim e arregalou os olhos.

-Não acredito que você pegou a minha melhor amiga Joseph! -Lucy disse de boca aberta- e não creio que você caiu nos encantos dele Demetria, estou desapontada com você sua loira falsa! -ela dizia indignada.

- calem a boca -falei irritada- a gente só ficou assistindo a serie ontem e quando fui ver Joe estava dormindo e eu não quis acorda-lo! -expliquei exasperada levantando da cama.

- é, e o que me dizem sobre a conchinha? - Lucy disse cruzando os braços.

- a gente nem ta na praia como vai ter conchas aqui? - Eu perguntei confusa.

- Sua lerda, estou falando de vocês dois dormindo de conchinha! - Lucy bateu em minha testa e eu gemi de dor, mais que Lucille irritante!

- a gente tava dormindo, como iamos saber como dormimos? - Joe perguntou levantando da cama também e saindo do quarto - vai tomar seus remédios Lulu - Joe disse rindo e indo para seu quarto.


- Vocês dois ein - Nick disse com os olhos cerrados e um sorriso sacana nos labios.

- vão se fuder! - gritei batendo a porta do banheiro.


Depois da confusão no quarto e meus minutos sagrados de banho, tomamos o delicioso café da tia Denise e eu, Lucy, Molly e Nick fomos pra escola. Nos despedimos dos dois e fomos atrás de Miley que conversava animadamente com Ian no canto do portão de entrada.

- OLÁ SEUS PUTOS!! - Gritei animada abraçando os dois

- nossa mais que animação toda é essa Dem? - Perguntou Miley sorrindo junto comigo.

- depois de dormir com meu irmão como não ficaria feliz né - Lucy sorriu maliciosamente

- Tu dormiu com o gostoso do Joe? - Miley perguntou boquiaberta - Não acredito, sua cachorra! - Miley riu

- mais que coisa parem eu não fiz nada -resmunguei- estou animada porque hoje você vai ficar com o chato do Nick! -sorri

-nem temos certeza se vai dar certo -ela fez um biquinho fofo

- claro que vai, o plano é infalível! -Ian disse confiante nos fazendo sorrir.

Fazia uma semana que eu, Lucy, Miley e Ian planejávamos algo para juntar Nicholas e Miley e finalmente havíamos chegado a um resultado. Colocaríamos o plano em ação hoje mesmo e TINHA que dar certo. Finalmente a aluna fisgaria o coração do belo professor de musica.


C O N T I N U A . . .

assistam ao vídeo abaixo, é sobre a próxima shortfic acho que vocês vão gostar haha'



Bom, ta ai a parte 7 espero que tenham gostado, demorei um pouquinho mais é que tava meio corrido aqui, MAIS O QUE IMPORTA É QUE EU POSTEI NÉ U_U kkkkkk' assistam o video, to obrigando você nem to pedindo mais -na1 e COMENTEM MUITO MUITO MESMO se não, não vai ter parte 8 e nem shortfic porque eu to muito má ultimamente. Zoa.

Muito, muito obrigada mesmo por todos os comentários e elogios, mesmo eu não achando que eu escreva bem fico feliz de vocês estarem gostando minhas purpurinas lindas, e valeu pelas broncas também, sei que estou demorando pra postar mais é que ta corrido E VOCÊS NÃO COMENTAM U_U enfim é isso.

RAIANE REIS aceito a parceria sim amor, vou colocar lá viu hehe :3 e SANDRINEVENAS ou @JUSTYOUJBIEBS slá kkkkkk' se colocar os devidos créditos pode repostar lá sim amor *u*

Bom, é isso. não vou responder vocês porque eu to quebrada aqui e to indo pra aula do kumon .-. enfim é isso, COMENTEM, VEJAM O VIDEO ...COMENTEM kkkkkkkkkkkkk


xx, fer.
love ya'll

sábado, 15 de setembro de 2012

IF U SEE DEMI (shortfic)


Presley novamente me arrastara até a maldita livraria. "saiu a continuação da saga fallen, Logan. Eu preciso saber o que acontece com a Luci e o Daniel" E eu me pegunto: o que diabos eu tenho a ver com isso?

- vamos, vamos! achei a estande que está o livro, ai meu deus. - Presley gritava e pulava ao mesmo tempo.

A pequena me arrastou até a tal estande onde se encontravam livros com a capa totalmente igual, uma menina de costas, com cabelos negros e cumpridos e um vestido esquisitamente legal. Na capa estava escrito "Torment"

- achou? -perguntei impaciente, era sábado eu queria dormir cara.

- aham -ela falou enquanto os olinhos estavam vidrados naquele livro.

- então, podemos ir pequena? - perguntei sem esperar a resposta e ja a puxando até a fila do caixa.

Parei na fila do caixa com minha irmã tagarelando, mais eu perdi o rumo...quando eu a vi. Uma menina de cabelos loiros, olhos cor de mel e um corpo dos deuses estava parada na minha frente usando uma calça jeans preta, saltos enormes e finos, uma camiseta de uma banda que eu desconfiava ser do guns n' roses e uma jaqueta de couro. Nas mãos ela segurava um livro sobre signos compatíveis, e o mostrava para a uma menina ao seu lado, elas deviam ser amigas.
Eu deveria ter ido falar com ela, eu deveria ter tentado. Mais quando ela se virou com um sorriso enorme no rosto, e eu encontrei aqueles olhos brilhantes...eu, eu perdi o folego.

- oi -ela disse sorrindo

E então eu morri.

Brincadeirinha, mais foi quase isso.

- o-o-ooi -eu falei gaguejando e ela deu risada, droga.

-você é fofo! Sou a Demi! -ela disse me dando um beijo estalado na bochecha

- prazer em conhece-la -eu sorri- sou o Logan.

- bonito o nome -ela piscou e depois anotou alguma coisa em um papel rasgando e me entregando logo em seguida- vamos nos divertir um dia desses -ela sorriu de novo, pagou o livro e se foi.

Foi amor a primeira vista, eu sai da livraria flutuando, eu fiquei tão animado, eu perdi a cabeça e perdi o papel dela que dizia "vamos nos divertir" junto ao seu celular. Eu fiquei louco, queria me amaldiçoar. COMO EU PERDIA O NUMERO JUSTO DELA? esse tipo de coisa só acontecia comigo! Fiquei semanas pensando naquela garota que eu conheci na livraria, até brinquei no twitter postando "se você ver a Demi, diga que eu estou procurando por ela. Ela é tão legal" e fui zoado pelo resto do dia pelos animais que eu chamava de amigos.
Estava voltando da escola com os caras, era regra a gente parar e tomar milk shake de morango com chocolate. Mais eu não estava com cabeça pra isso hoje, se é que precisa de cabeça pra tomar milk shake... tecnicamente sim porque você precisa da boca pra colocar o canudo e ....perdi o raciocínio quando vi a amiga de Demi que estava com ela na livraria passando ali na frente. Ela era a minha solução!

- EI, EI VOCÊ AI...PARA! - gritei correndo atrás da menina que parou e virou assustada pra mim.

- quem é você? -ela falou com os olhos arregalados, era de se entender. Não é todo dia que um maluco sai gritando atrás de você.

- Sou o Logan, o cara da livraria. Lembra? O que falou com a sua amiga -eu dizia tentando fazer-la lembrar.

- ah sim, lembro -ela sorriu- em que posso ajuda-lo? -ela perguntou risonha

- primeiro, qual seu nome? - eu falei com os olhos cerrados

- Miley -ela riu- agora prossiga não tenho o dia todo.

- Olha, Miley. Eu...Eu to apaixonado pela sua amiga, Aquela garota está na minha mente e parece que não vai sair nunca mais! -eu suspirei- eu preciso vê-la de novo.

- Tire ela da cabeça -ela suspirou triste- ela não é pra você, ela só vai te usar por uma noite e acabou Logan -ela sorriu triste, de novo- Já vi ela fazer isso com mil homens! Você só vai ser mais um da lista.

- do que você ta falando? -eu perguntei confuso

- Demi é perfeita, é o sonho de qualquer cara Logan! -ela riu como se fosse obvio, e era.- Ela tem a reputação de espalhar seu amor ao redor, E aonde Demi for, ela atrai multidões. -Miley disse por fim.

- isso não me incomoda -foi o que eu disse- Por que parece que eu não consigo tira-la de minha cabeça. Então, se você ver a Demi diga que estou a procura dela, ela é tão legal. Ela ficou na minha mente. 

- droga, não acredito que vou fazer isso! -ela resmungou abrindo a bolça e tirando um papel de lá anotando algo e me entregando - Vá nessa festa, ela vai estar lá...você pode conversar com ela e ser o cara da noite -ela deu de ombros

-gostei da sua sinceridade -dei uma risada fraca- Obrigada Miley, mesmo!

- só não se iluda! porque eu fui com a sua cara garoto -ela riu- agora eu vou indo! 

Miley se foi, e eu agarrei aquele papel com todas as minhas forças, não iria perde-lo por nada neste mundo!
20h00 quando eu sai de casa, procurei minha melhor roupa, passei perfume até nos olhos se duvidar e ajeitei o cabelo. Eu ia vê-la...mal podia acreditar. 
Entrei no carro e segui até o endereço que Miley me deu, parei em frente a uma casa branca enorme, conseguia ouvir "fire burning on dance floor" explodindo nas caixas, algumas pessoas ali fora fumavam ou estavam agarradas a uma garrafa de vodka, outras se pegavam...tipico de festas universitárias. Entrei na casa e estava quase impossível de se locomover ali, era tanta gente! Fui andando com um pouco de dificuldade até uma rodinha onde as pessoas gritavam e cantavam a musica que tocava, quando cheguei até lá vi que no meio da roda quem dançava era Demi. Ela usava um top branco que um dia foi uma camiseta e agora estava rasgada e cortada deixando o sutiã preto de glitter e a barriga definida a mostra, uma saia rodada e sandálias estilo gladiadora. Os cabelos voavam e caiam perfeitamente enquanto ela dançava, ria e fazia palhaçadas. Aquela garota era uma estrela, brilhando como o sol. A musica acabou e seus olhos finalmente encontraram os meus me deixando novamente sem folego.

- Logan! -ela disse animada saindo do meio da roda e vindo me abraçar, me dando um beijo no canto de minha boca.

- E ai Demi -eu disse sorrindo e ainda abraçado com ela

- o que faz por aqui? -ela perguntou sorridente, o sorriso dela era contagiante.

- vim te ver -eu abri os braços, tipo quando a gente fala "tcharam" fazendo ela gargalhar alto.

- isso é bom, porque eu estava morrendo de vontade de te ver -ela riu- vamos lá pra cima -ela saiu me puxando pela mão.

Subimos as escadas, andamos por um corredor e entramos na ultima porta, era um quarto. Ela abriu a janela do quarto e saiu por ela me chamando em seguida, e ficamos os dois sentados no telhado.

- aqui é legal -olhei sorrindo, serio era legal.

- eu amo aqui -ela suspirou e sorriu de olhos fechados bem na hora que um vento forte bateu, dude, eu estava do lado de um anjo.

- de quem é essa casa? -perguntei já desconfiado da resposta.

- minha -ela sorriu e encostou a cabeça na curva do meu pescoço e abraçando-me pela cintura.

- sabe -eu disse suspirando e passando os braços em volta dela.- eu não parei de pensar em você desde a livraria.

- eu também não -senti ela sorrindo contra o meu pescoço

- conta outra -eu ri- to sabendo da sua reputação de conquistadora, que espalha o amor aos redores -disse exatamente as palavras de Miley.

- ah droga -ela riu- mais é verdade, não parei de pensar em você. Você é diferente...

- sou totalmente comum e normal -eu disse fazendo careta

- não é não. Eu sei que você ta aqui e que daqui a pouco a gente vai se beijar e depois a gente vai parar lá naquela cama -ela riu de um jeito sexy- mais eu sei que se eu pedir, você ficaria comigo pra sempre -senti ela sorrir contra meu pescoço de novo- você não é igual aos outros que só querem uma noite e acabou, entende?

- uhum -disse simplesmente, eu não sabia o que falar.

Ela se desencostou de meu pescoço e me olhou nos olhos, como se pudesse ler o que eu pensava, o que eu sentia e pelo que eu bem conheço de mim eu estava deixando bem claro em meu olhar que eu gostava dela, que eu estava apaixonado, loucamente apaixonado. E ela entendeu, porque no segundo seguinte ela sorria e se aproximava de mim. Seus labios macios tocaram os meus me arrepiando por completo, era o melhor beijo da minha vida.

- Eu quero ser o unico a leva-la no paraíso essa noite -eu disse sorrindo e empurrando-a na cama

-você vai ser por um longo longo tempo o único, Logan -ela sorriu me beijando em seguida.

Em poucos segundos todas as roupas estavam no chão e no quarto só se ouviam suspiros e gemidos, ela era minha, só minha. Ela também se apaixonara por mim.

Se você ver a Demi, não precisa mais dizer a ela que eu estou a procurando...porque agora ela é minha! Ela é tão legal, E essa garota nunca mais sairá de meus pensamentos.

THE END.

yoooo xuxus *---*
tudo bem com vocês?

Bom, essa shortfic é inspirada em uma musica do mcfly "IF U SEE KATE" (quem quiser ouvir a musica ou ver a letra ai clica aqui) eu tava ouvindo ela e veio a historia na cabeça, não ta fodastica nem nada assim mais eu ate que achei bonitinha kkkkk

A fic é com a Demi e o Logan Henderson (do big time rush) tava pensando neles quando fui escrever por isso foi com eles mesmo, quem não gosta dos dois nem ligo pode ler a fic e comentar rum u_ú

COMUNICADOS!!!!!

1° entrem no blog LUVIES PORPURINA e comentem no post que ta falando sobre uma shortfic minha e da Karen. Porque só quando estiver com um determinado numero de comentarios lá a gente vai postar. E leiam também Humilde Residência é a fanfic dela, e ta bem legal hahahaha'


2° Já postei em DARK SHADOWS quem já lê vai lá comentar, quem não lê ainda vai lá espiar e vê se gosta ou não. E please, comentem bastante lá porque eu escrevi uma shortfic bem legal, é sobre Semi e eu vou postar LÁ NAQUELE BLOG mais só quando tiver bastante comentário no ultimo post.

3° Entrem em FCDAFER: NEXT TO YOU e leiam a fanfic dela, ta legal pra caramba também!!!! 

Xuxus, vou postar a proxima parte de I MUST BE DREAMING quando tiver bastante comentario NESSA SHORTFIC então comentem bastante ta? 


love ya'll
xx, fer.



quarta-feira, 12 de setembro de 2012

SHORTFIC NOVA CHEGANDO XUXUS VEMK LER!!!!!!!

héllow héllow minhas porpurinas brilhosas e xuxosas e eu não sei mais o que eu estou falando porque perdi o raciocinio, VIVA A COCA COLA \*O*/

ta parei, juro hehehe 

Então venho aqui lhes convocar a entrar no ilustre blog da puta luxuosa da minha prima, Ana linda vaca bela mu!

Tem nova fic, com parceria com japa maldita e a a a a a 
pra saber mais cliquem na imagem a baixo e vão direto para o blog dela, e vai estar falando sobre a shortfic lá, QUANDO TIVER 40 COMENTARIOS NO POST DO BLOG D-E-L-A a gente vai postar a shortfic ok?


luvies porpurinadas

Lembrando que vocês tem que comentar LÁ NO BLOG DELA OK? 40 comentarios e a nova shortfic sai hehehehe
E COMENTEM NA PARTE ¨6 DA FIC QUE EU POSTEI SE NÃO A PARTE 7 NÃO SAI RUM U_U

 AHHHHHH outra coisa, postei a parte 3 de dark shadows quem não leu ela ainda vai lá dar uma espiadinha, quem já lê corre lá e comenta!!! >> DARK SHADOWS

VOU RESPONDER VOCÊS HOJE PORQUE EU ESTOU COM SAUDADE :33

RESPOSTINHAS :::


beatriz lucena : lixão do mundo inteiro tu quer dizer né? HAHAHAHA postarei em breve amor

anônimo: vou ver aqui, mais se eu repostar sweet ballerine não vai ficar identica a antiga porque eu nem lembro mais de como era ok? :c

Mille Victoria: maratona só se vocês começarem a comentar muuuuuuito rum u_u UHASHUSAHUASHU

Polly Jones: é muuito foda essa musica *---* que bom que gostou, postarei huashuashu

Joy Karoline: slá, ela é loira E tem o cabelo rosa (???) AHSUHUASUHASHU deixo só porque eu também sou esquisita U_U que bom que gostou amor, é heheheheh linguinha seduziu o adão hsauhasuhsahu postarei amor, beijosss

anônimo: então amor, eu nem tenho dia pra postar só demoro muuuito mesmo quando to sem internet mais normalmente é rapidinho pra eu postar depende do tanto de comentarios sabe? ahhh que bom que ta gostando e bem vinda hahahah fique anciosa mais um pouquinho que postarei em breve hehehe espero e aww brigada *-* bjsss

anônimo: oooi anony hahaha awww clinda que bom que gosta e lê a tanto tempo! ai que chique haushuashuashu ah claro é porque eu SOU legal amor uHUASHUASHUASH zoa vai ser melhor que a minha se duvidar, passo lá sim amor. que dó hahahah beijinhosss

Historias: que bom que gosta amr *--* ahhh tudo bem pode postar se tiver os devidos creditos como eu ja disse uhasuhashuhasu beijoooo

luiza: que bom que gostou, pode deixar postarei o mais rapido possivel amor e awww valeu aashuhashuas SIMMMMM EU VOU A A A A

só mais uma coisinha, DIVULGAÇÕES SÃO ALI NA C-BOX OK GENTE? qualquer coisa que quiser divulgar vai lá!!!!

love ya'll
xx, fer.




sexta-feira, 31 de agosto de 2012

i must be dreaming - Parte 6



Depois de Molly ter ignorado Miley descaradamente, fomos para aula de Biologia que eu particularmente amava. Mais três aulas e lá estava eu como sempre indo encontrar Lucy e Ian no intervalo na mesma mesa de sempre, mais hoje havia uma coisa diferente...Miley estava vindo comigo. 

- Meu. deus! -Lucy disse colocando as mãos na boca- é você mesmo? Miley? A perua que roubava minhas roupas a anos atras? -ela perguntou ainda boquiaberta.

- sim, a unica! -Miley sorriu convencida

-meu deus seus olhos me seduziram - Ian disse realmente perdido nos olhos da menina que gargalhou alto.

- é...obrigada? -ela disse sem ter muita certeza do que falar.

☃ ☃ 

Dois meses haviam se passado e muitas coisas realmente mudaram. Pra começar, Demi não morava mais na casa de Miley, Billy traiu Tish e eles se separaram, Miley continuou morando com o pai aqui, quanto a mãe e a irmã mais nova foram morar na Itália. Agora Demi morava na casa de Lucy, e estava adorando. Sra. Jonas era um amor de pessoa, convivia diariamente com Molly que agora amava Miley por ela ter dito que a branca de neve era sua princesa favorita. E também passava bastante tempo com Nick. Demi só tinha uma sensação estranha, toda vez que via fotos do irmão mais velho de Lucy, Joe, lhe batia um sentimento de que já o conhecia, mais era impossível.


JOE POV's

Fazia exatamente uma hora que eu havia chegado em londres, e dude, que saudade que eu estava desse frio que caracterizava a bela londres. Peguei um taxi e parei em frente a tão conhecida casa aonde eu vivi a melhor adolescência de todas. Entrei na casa que estava exatamente como antigamente, joguei as malas no meu antigo quarto e parei vendo a porta do quarto de hospedes aberta, agora ele estava bem diferente, as paredes todas roxo escuro com vários postres de bandas e cantores desde AC/DC até Kelly Clarkson, uma cama de casal com o edredom da mesma cor, uma estante com o computador em cima e varios livros jogados por lá e o banheiro continuava igual. O quarto agora era da amiga de intercambio de Lucy, se não me engano o nome dela era Demi. Ela tinha um bom gosto.
Sai correndo de casa novamente mais agora com outra roupa e de carro. Lucy iria fazer uma apresentação do coral hoje lá na escola e eu não poderia perder, ainda mais quando Nick que estaria dirigindo tudo.
Estacionei o carro e fui correndo pela escola que eu conhecia muito bem até chegar ao auditorio e encontrar meus pais e Molly sentados juntos guardando um lugar para mim. Cumprimentei todos e me sentei ao lado da pequena Molly enquanto o show começava.
A abertura do show foi legal, todos cantaram juntos "don't stop believin" com camisetas com frases dizendo algum defeito deles, o de Lucy era "my hair is pink" assim como o da outra menina que me chamou a atenção mais logo sumiu de vista. A luz do palco estava apagada, as pessoas em silencio esperando algo interessante acontecer e eu estava babando na poltrona quase dormindo quando a luz do palco acendeu de novo mais o mesmo estava vazio.

[n:/a coloquem essa musica > Gives you hell pra entrar no clima] 

As luzes do palco piscaram como em uma balada quase me cegando e então a introdução de gives you hell começaram, eu amava aquela musica porra!

I wake up every evening
With a big smile on my face
And it never feels out of place

A voz começou perfeitamente afinada me causando arrepios que só aumentaram quando eu olhei para o palco. A menina usava uma roupa* que a deixava simplesmente perfeita. Ela usava um top de renda e na altura dos seios ele tinha taxinhas em prata, uma saia preta, uma jaqueta jeans clara com detalhe nos ombros e uma bota, os cabelos soltos num tom loiro claro e as pontas rosas. Ela cantava sorrindo enquanto se apoiava no pedestal do microfone.

And you're still probably working
At a nine to five pace
I wonder how bad that tastes.

Ela começou a bater um dos pés no ritmo da musica assim como o pescoço que era ocupado por um colar grosso de prata com pontas.

When you see my face,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell.
When you walk my way,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell

Ela soltou o pedestal mais continuou parada em frente a ele enquanto mexia os braços como se apontasse para ela mesma, como se ela descrevesse a letra da musica.

Now where's your picket fence, love?
And where's that shiny car?
And did it ever get you far?
You've never seemed so tense, love.
I've never seen you fall so hard.
And do you know where you are?

Ela cantava sorrindo, um sorriso enorme e contagiante, no final da ultima frase da estrofe todos estavam de pé batendo palmas e se balançando no ritmo da musica, inclusive eu. E alguns que sabiam a letra cantavam junto, como eu. 

And truth be told, I miss you.

Ela disse a frase e apontou para alguém que estava em uma das poltronas ali na frente.

And truth be told, I'm lying.

Ela disse e jogou o cabelo dando as contas para o menino que, creio eu, ficou babando.

When you see my face,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell.
When you walk my way,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell.
If you find a man that's worth a damn,
and treats you well,
Then he's a fool,
You're just as well,
Hope it gives you hell.
I hope it gives you hell.

No refrão da musica, o restante do coral entrou pulando e fazendo coisas malucas enquanto cantavam junto com a menina linda, que infelizmente, eu não sabia o nome...ainda.

Now you'll never see
What you've done to me.
You can take back your memories
They're no good to me.
And here's all your lies,
You can look me in the eyes
With the sad, sad look that you wear so well

Ela ia dizendo enquanto jogava os cabelos loiros para o lado e esticava os braços pra frente, numa pose dramática e perfeita para o momento.
When you see my face,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell.
When you walk my way,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell.
If you find a man that's worth a damn,
and treats you well,
Then he's a fool,
You're just as well,
Hope it gives you hell.

Todos, literalmente todos no auditorio começaram a cantar o refrão com o coral que no momento ia pulando pela plateia fazendo graça, a menina loira do cabelo rosa veio até mim sorrindo e eu me perdi por inteiro sem saber o que fazer e quando pensei no que fazer ela já estava lá no palco de volta.

When you see my face,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell. (Hope it gives you hell.)
When you walk my way,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell. (Hope it gives you hell.)

When you hear this song,
And you sing along
Oh, you'll never tell. (Oh, you'll never tell.)
Then you're the fool
You're just as well
Hope it gives you hell. (Hope it gives you hell.)

When you hear this song
I hope that it will give you hell. (Hope it gives you hell.)
You can sing along I hope that it
Would suit you well.

A musica acabou, eles deram as mãos jogaram pra cima e agradeceram, o melhor de tudo foi ver a loira do cabelo rosa, -sim eu vou chama-la assim.- com um sorriso enorme no rosto e mordendo a pontinha da lingua, dude, aquilo me seduziu pra caralho!
Estávamos Eu, mamãe, papai e Molly esperando Lucy, a amiguinha do intercambio e Nicholas. Olhei para todos os cantos procurando a loira do cabelo rosa mais não a encontrei em lugar nenhum, bufei e desisti, ficar brincando com Molly era mais interessante, só que não.
Lucy chegou pulando em meu colo e me abraçando, quer dizer, me enforcando. Aquela pirralha era uma insuportável mais eu não vivia sem ela, quando olhei pra frente vi quem eu menos esperava, a loira do cabelo rosa.

continua...

Héllow minhas purpurinas brilhosas (?) como vocês estão xuxus? Espero que bem :333

Então, estou demorando a postar porque eu estou sem internet, sim o fim do mundo mais é verdade :/ por isso a demora, corri aqui no trabalho da minha mãe só pra roubar a internet e postar pra vocês, ates que me matassem kkkkkk' e eu também to fazendo uns 45678908765 de cursos agora e estou realmente sem tempo, mais acalmem-se não vou abandona-las só demorar um pouquinho a postar, mais nada de mais hehe'
A A A A adivinha quem vai no z festival? EUUUU se alguém daqui do blog for no de SÃO PAULO, e na PISTA COMUM comenta que eu quero ver a porpurina lá rum U_U
Vocês viram que o blog ta de cara nova ...de novo? HEHEHE enjoo muito facil e troco toda hora sabe, o mais lindo mesmo é meu texto ali em cima pra Demi, espero que tenham gostado *u*
Enfim, é isso, COMENTEM MUITO se não NADA de fic pra vocês, não da tempo de eu responder mais eu LI TODOOOOOOOOOOOS os comentarios e agradeço por eles e é isso espero que tenham gostado.

NÃO SE ESQUEÇAM DE COMENTAR.
 E AHHH, CLARO, DE ENTRAR NO DARK SHADOWS e ler minha nova historia lá u___u

love ya'll
xx, fer <33




sexta-feira, 17 de agosto de 2012

MOLLY ::: i must be dreaming - parte 5



- tudo bem -peguei minha bolsa e voltei parando ao lado do professor e sussurrando em seu ouvido - eu não vou desistir de você professor Nicholas -sorri mais uma vez ironicamente e sai da sala.

Não, dessa vez eu não desistiria mesmo. Não seria infantil de novo, muito menos fraca ao ponto de sair correndo chorando por ouvir o que eu não queria. Eu mudei, eu faria com que ele me quisesse como nunca quis outra, eu faria ele me amar. Professor Nicholas ia me querer e não era uma escolha dele.
Estava no portão da escola quando vi Nicholas, mais como se eu acabei de sair da maldita sala? deixando esse pensando de lado vi ele se abaixar sorrindo e logo em seguida uma menininha pular em seu pescoço o abraçando apertado. Mais quem era aquela criatura? me aproximei um pouco mais e fiquei observando os dois. A menininha devia ter cinco anos ou menos, tinha os cabelos curtos na altura do ombro e eram castanhos claros, os olhos eram da mesma cor que os de Nick e eram enormes e a boca era vermelha contrastando com a pele branca e impecável da menina. 

[n/a: coloquei a foto aqui porque não queria ir só o link ta, enfim essa é a menina kkkk]


Ela usava um vestido florido e o cabelo preso em um rabo de cavalo completamente torto. Nick pegou ela no colo e a colocou no banco de traz de seu carro e então arrancou com o carro dali, me deixando muito curiosa. quem era aquela menina? Balancei a cabeça espantando os pensamentos e segui o caminho de casa, quando cheguei meu pai estava na frente do quintal arrumando o carro que ele amava mais do que a própria filha, Noah brincava de casinha na varanda da entrada. Entrei em casa e subi direto para o meu quarto me jogando na cama e encarando o teto. Como eu faria pra ter Nicholas?

- o que rola entre você e o Nick? - alguém perguntou e logo deduzi que fosse a maldita brasileira.

- acho que isso não é da sua conta. e uou, já está tão intima que o chama de Nick, brasileira? - perguntei me apoiando nos cotovelos pra encara-la melhor, quem ela pensa que é pra chama-lo daquela forma?

- qual seu problema comigo? - ela perguntou entrando no meu quarto e parando a minha frente - porque que eu saiba eu não te fiz nada, nem tive oportunidade de falar com você desde que cheguei nessa droga de Londres, porque me odeia tanto?

- nunca disse que te odiava - eu disse, não estava afim de falar com ela

- nunca disse que não odiava também -ela sorriu ironicamente

- por deus, como você consegue ser chata - reclamei revirando os olhos e me sentando na cama

- vamos miley, me diga...porque me odeia tanto assim? -ela perguntou me encarando, me olhando nos olhos como se assim pudesse ver o fundo de minha alma e descobrisse todos os meus segredos, o que me fez imediatamente desviar o olhar.

- olha eu sou assim ta legal? -falei finalmente olhando pra ela - esse é meu jeito. desculpe se eu fui arrogante.

- sim, você foi muito arrogante -Demi fez uma careta engraçada, que ate me fez rir- mais fiquei sabendo que você não era assim. Pode confiar em mim Miley, eu só quero ser sua amiga...

- não é tão fácil assim, não tem a ver só comigo sabe -disse suspirando

- envolve o Nick - Demi sorriu compreensiva

- é -sorri de um jeito triste- tem sim, e ...-suspirei novamente- desculpa ter sido arrogante mais esse é meu jeito de afastar as pessoas pra que elas não me magoem mais 

- eu entendo -ela se sentou na minha frente- mais eu quero ser sua amiga, e juro que não vou te magoar e quem ousar te magoar juro que quebro a cara. Brasileiras são fortes -ela sorriu animada

- tudo bem -eu ri- amigas? -perguntei

- sim, amigas -ela sorriu e me surpreendeu me abraçando apertado, sem aguentar mais a abracei forte também e as lagrimas começaram a cair.

- você gosta dele não é? - Demi perguntou e eu apenas afirmei com a cabeça- E ele disse não pra você no passado e agora você quer faze-lo mudar de ideia? -ela falou novamente

- sim -disse com a voz entrecortada pelo choro- mais como você sabe disso tudo? -perguntei confusa

- digamos que eu virei amiga intima do professor em um dia -sorri- ainda mais depois de ter ficado horas brincando com a Molly 

- Molly? quem é Molly? e o que ela tem a ver com Nick? - disparei em perguntas, o que diabos a tal da "Molly" tinha a ver com o assunto?

- Ela é filha do Nick ...você não sabia? - Demi perguntou cerrando os olhos

FILHA? como assim filha? ele tinha uma filha e eu não sabia? Então as imagens dele no portão da escola, a menininha o abraçando e ele sorrindo. Agora sim tudo fazia sentido...ele tinha uma filha. DEUS ELE TINHA UMA FILHA E EU NÃO SABIA!

- uma...u-uma filha? - eu perguntei gaguejando, qual é não é todo dia que a gente descobre que o cara que você ama tem uma filha.

- sim, uma filha. O nome dela é Molly ela tem quatro anos, ela é filha de uma ex-namorada do Nick, Molly morava com a mãe em Paris até alguns anos atrás mais parece que a mãe dela teve um surto psicótico e foi internada, os avós não quiseram a Molly então Nick conseguiu a guarda dela - Demi sorriu contente por ter conseguido contar tudo

- mais que porcaria, ele tem uma filha, minhas chances são impossíveis agora! - disse triste me jogando no colo de Demi, não sei porque mais eu sentia que podia confiar nela cegamente e ela não me decepcionaria.

- porque? isso pode aumentar, Molly é uma menina dificil bem arrogante pra idade, lembra você! se conseguir se aproximar dela obviamente você se aproxima dele...

- DEUS! Demetria você é uma gênia - segurei o rosto dela entre minhas mãos e dei um selinho nela

- vai se fuder, não deixei você me beijar -ela riu me empurrando

- foi a emoção, e isso é normal. somos amigas - mostrei a linguá rindo 

- idiota -ela riu- enfim, Lucy pode nos ajudar. Ela é prima dele e ele está ficando na casa dela...- Demi disse sorrindo diabolicamente

- quanto tempo não falo com a Lucy - falei pensando, desde que Nick me dissera um não bem grande na casa dela nunca mais voltei lá ou falei com ela.

- ela sente sua falta - demi disse- vai ficar feliz em saber que está de volta

Demi POV's

Finalmente eu tinha conseguido virar amiga de Miley, quem diria que pra isso acontecer eu só precisava falar com um certo professor gato! passamos a tarde toda conversando e rindo. Lucy me ligou dizendo que iria chegar mais cedo na escola por causa do coral mais eu nem liguei não ia sair da minha cama por nada neste mundo, pelo menos não iria sair até Miley chegar no meu quarto gritando.

- sai daqui maldita -resmunguei colocando o travesseiro na cabeça

- não sua lerda, vamos logo! quero chegar bem na hora que o Nick chega. VAMOS DEMI! - Ela gritou irritada arrancando o travesseiro e o edredom

- puta que pariu, você era mais legal quando não falava comigo - me levantei coçando os olhos

- também te amo! - ela sorriu e saiu do quarto

nos trocamos, tomamos café e Miley saiu praticamente me arrastando pra fora  de casa e andando um tanto quanto rapido pela rua. Finalmente quando chegamos em frente a escola Nick e Molly estavam entrando também.

- oi Nick - disse sorrindo e dando um beijo em sua bochecha- Molly..cade meu beijo? - perguntei a ela colocando a mão na cintura e batendo o pé fazendo ela rir alto

- oi Demi -ela disse com a voz animada e pulou me dando um beijo estalado na bochecha - Ei, vocês conhecem minha amiga? A Miley...-eu disse sorrindo abertamente

- oi - Miley disse sorrindo e acenando com a mão.

- olá Miley - Nick sorriu sem mostrar os dentes

- oi - Molly disse olhando pra Miley com uma sobrancelha levantada e cara de metida, fodeu.



C O N T I N U A ...


HÉLLOWWWWWW, como vocês estão? 
bom demorei um pouquinho mais é que eu estava com uns probleminhas aqui e não tive tempo nem cabeça pra postar sabe como é né, me desculpem e não me matem vocês sabem que eu amo vocês né <3333 KKKKKK'
Enfim, espero que tenham gostado não ta muito bom mais é que eu sei lá, fiz correndo ai ficou essa cagadinha ai que vocês leram ehehhehe MAS MESMO ESTANDO ESSA CAGADINHA OBRIGO VOCÊS A COMENTAREM, ate fiquei mais animadinha quando eu vi vocês comentando, sai saltitando pela casa -n queria agradecer a quem ta lendo meu novo blog e tals e dizer que eu ja postei a segunda parte lá então entrem aqui >> DARK SHADOWS mais já vou logo avisando, quem não tem estomago ou não gosta de ler coisas com a Demi se cortando ou sendo meio louca, nem adianta ler porque em algumas partes da fic vai ter bastante disso, não sempre, mais tem. MAIS ENFIM VAI LA VER SE NÃO GOSTAR NÃO TEM PROBLEMA U_U

É isso meus amores, não vou responder vocês porque eu estou em uma tarefa muito dificil onde eu tenho que me atirar no chão e chorar implorando pra mamãe deixar eu ir ver minha Demi gatissíma e meus dudes lindos do mcfly, mais no proximo eu respondo....SE VOCÊS COMENTAREM CLARO!!!!


enfim beijosss xuxus 

não esqueçam de dar uma olhadinha em DARK SHADOWS  e ver se vocês curtem, sigam e comentem lá.

love ya'll 
xoxo fer <33