segunda-feira, 25 de junho de 2012

RUN THIS TOWN :: i must be dreaming - Parte 2



Espantei esses pensamentos e fui em direção a uma arvore que tinha ali, mais antes de chegar alguém esbarrou em mim derrubando refrigerante na minha camiseta branca e me derrubando no chão, e o infeliz ou a infeliz ainda caiu por cima de mim.



- MAIS QUE DROGA É ESSA? - gritei enquanto tentava me levantar, o que era impossível já que tinha um peso enorme sobre meu corpo - DA PRA SAIR DAI? - perguntei com raiva sentindo o cidadão se levantar, me levantei tentando amenizar a situação da minha blusa branca que estava transparente deixando a mostra meu sutiã mais não adiantou nada. - vem cá você não olha por onde anda? 

- Ah, desculpa eu tava mexendo no celular e não te vi desculpa mesmo! - ouvi o garoto dizer.

- ai ta bom que seja - respondi e olhei para o menino na minha frente. Era alto, tinha os olhos azuis acinzentados, os cabelos castanhos e um sorriso singelo nos labios. Não era muito forte mais também não era esquelético era na...medida certa.

- Eu sou o Ian! - ele se apresentou alargando o sorriso e me entregando sua blusa de frio - toma ai, vai ajudar a cobrir meu estrago -ele fez uma careta.

- Demetria, mais pode me chamar de Demi -sorri pegando a blusa- Obrigada!

- Então você é nova aqui na escola né? -ele perguntou enquanto sentávamos de baixo da arvore que eu estava indo minutos antes.

- Aham, eu cheguei ontem -sorri- Vim do Brasil

- Brasil? -ele sorriu animado- eu amo aquele lugar cara

- ja foi lá? - perguntei enquanto eu fechava a blusa que ele me deu

- Uhum, uma vez a uns dois anos -ele sorriu como estivesse se lembrando- as meninas de lá são muito gatas -ele sorriu malicioso me arrancando uma gargalhada.

- sempre escuto isso - disse afirmando com a cabeça e fazendo uma cara de tapada.

Entrei em uma conversa animada com Ian, falamos sobre o Brasil como era minha vida lá e ele me contou sobre Londres e um pouquinho sobre sua vida aqui, me contou também que tocava vários instrumentos o que me animou também já que eu também tocava. Nem percebemos quando o sinal tocou, só quando uma mulher gorda, baixinha e rabugenta veio nos chamar pra entrar no predio.

- EI! - Ian disse de repente pulando na minha frente com uma cara animada- vamos comigo lá no auditorio? 

- pra que? -perguntei cerrando os olhos

- a Lucy, minha amiga -ele sorriu bobo falando o nome dela- ela vai tocar, ela também é do coral e tals. Mais hoje ela vai cantar uma musica que ela escreveu, vai ser bem legal você vai gostar e acho que vocês vão se dar bem! -ele sorriu

- tudo bem, não vou me dar mal por isso né? - perguntei preocupada, não seria legal causar problemas logo no primeiro dia de aula.

- claro que não -ele não disse mais nada apenas me arrastou pelo corredor

Só paramos de andar quando chegamos a uma porta enorme de madeira clara escrito "AUDITÓRIO" Ian abriu a porta revelando um palco até que grande lá no final, e fileiras e mais fileiras com aquela cadeira que come, digo cadeira que come porque quando você senta a maldita fecha como se fosse te engolir.  Entramos e nos sentamos na segunda fileira de frente para o palco, tinha mais ou menos umas cinquenta pessoas ali, fiquei conversando com Ian ate a luz do palco ficar escura e os então uma luz roxa e rosa começou a passar pelo palco.

- vai começar - Ian sorriu animado se remexendo na cadeira

- seu babaca fique quieto! - falei dando um tapa no braço dele e rindo.

(n/a: coloque pra tocar essa musica >> Run This Town quando a letra aparecer)

As luzes roxas e rosas pararam de passar pelo palco então como um flash de uma camera apareceu uma menina de costas para a plateia com um microfone na mão, em volta dela tinham varias meninas fazendo poses e mais poses todas vestidas com um shorts preto e uma camiseta rosa pink escrito "run this town" e elas estavam bem maquiadas. Um barulinho que eu curti muito começou e então as luzes roxas e rosas voltaram, e a musica começou.


Hold on cause I'm letting go
I'm gonna lasso your heart like a rodeo
I'm gonna give you some 'till you want some more
Cause all I see is an open door

Ela se virou de um jeito bem estiloso jogando os cabelos e então eu pude ver seu rosto, ela era baixinha, menor que eu ate. bem magrinha mais tinha o corpo bonito. Usava o mesmo shorts preto que as meninas, uma meia rastão um salto rosa pink sua camiseta era roxa e caída pro lado escrito "I'm Gonna Run This Town" em prata. Um lápis preto delineava perfeitamente seus olhos e um brilho labial sem cor alguma cobria seus lábios, ela era branquinha seus cabelos castanhos e tinham algumas mexas rosas espalhadas pelo mesmo. Ela tinha estilo.

And I see where it's leading me
All of this energy, been bottled for way too long
It's powerful, powerful
You see what I'm getting at
I'm ready for all of that
If I'm not a star, you're blind

Ela fazia gestos com as mãos e encarava algumas pessoas da plateia dando um pequeno sorriso, quando olhou em nossa direção deu uma piscadinha para o cidadão ao meu lado que quase vomitou um arco ires inteiro e me encarou sem expressão alguma desviando o olhar novamente.

I've got rings on my fingers
And glitter in my hair
I bought a one-way ticket
And I just got here
I'm gonna run this town
Run this town
I'm gonna run this town
Run this town
I've got high heel stilettos
And I'm kicking in doors
And kissing your feet ain't what my lipstick's for
I'm gonna run this town
Run this town
I'm gonna run this town
Run this town tonigh

Na parte do refrão ela deu um pulinho jogando os cabelos e as dançarinas faziam passos ensaiados e ela imitava alguns.

I'm climbing high but there ain't no net
You like to see me jump a bit
Well everyday's just like Russian roulette
I'm gonna play, play, play with no regrets
Cause I'm tired of second best
Tired of doing this
Tired of hypocrites
Twisted like licorice
I'm crushing them in my fist
Hushing their ignorance
You had your chance, now's mine

Ela cantava empolgada e sorrindo, ate eu sorria aquela musica era empolgante para caralho. Quando olhei ao meu redor, Ian estava levantado cantando junto e batendo palmas e todos os outros que estavam presentes também faziam o mesmo. Sorri animada e me levantei também arriscando cantar alguns pedaços da musica que de tão foda que era eu ja tinha decorado. O refrão se repetiu mais uma vez e todos já cantavam arrancando um sorriso enorme de Lucy (pelo menos eu acho que era ela)

Tonight, nothing's standing in my way
There's no obstacles anymore
In a minute, I'll be on my way
To the moment I've been waiting for

Ela parou no meio do palco fechando os olhos e cantando um trecho da musica e todos batiam palmas no ritmo da mesma. O refrão se repetiu mais algumas vezes e a musica acabou, Lucy sorriu animada dando pulinhos e agradeceu saindo do palco sendo aplaudida de pé.

- e ai gostou? -Ian perguntou com um sorriso que parecia que era tão grande que ia rachar seu rosto

- cara eu amei! -falei verdadeiramente animada igual a ele, a menina era realmente boa- ela é boa pra caralho! -falei de boca aberta fazendo o tenho-um-sorriso-maior-que-minha-cara gargalhar.

- sabia -ele empinou o nariz convencido- vamos lá, vou te apresentar a estrela

- AI MEU DEUS QUE EMOÇÃO! - dei gritinhos batendo palmas fazendo Ian rir novamente.

Subimos no palco e entramos pelos lados do mesmo que eram abertos dando passagem ao lado de trás. Avistamos Lucy no meio das dançarinas e todas pulavam animadas. Ian gritou o nome de Lucy e ela veio correndo e se jogou no colo do menino enlaçando as pernas em sua cintura.

- você gostou? -ela perguntou com os olhos brilhando

- Eu amei -ele sorriu sincero lhe dando um beijo na testa- e a Demi também

- quem é Demi? - ela perguntou franzindo a testa

- a loira do cabelo rosa aqui do meu lado -ele riu

- oi -sorri timida acenando e vendo a menina descer do colo de Ian e parar na minha frente, realmente ela era menor que eu- Você é muito boa, adorei a musica -sorri sincera

- Aw brigada -ela sorriu- é um prazer Demi -ela me deu um beijo na bochecha- alias, amei o cabelo a gente combina olha que foda -ela sorriu animada me fazendo rir

- se viu, combinamos -eu ri concordando com ela


- baixinha, ela chegou agora aqui em Londres, veio do Brasil -ele disse


- BRASIL? AI NÃO BRINCA! -ela me olhou de boca aberta- amo o Brasil, aqueles caras musculosos, altos, bundudos..ai jesus me comam -ela sorriu maliciosa fazendo eu gargalhar e Ian fazer uma careta de nojo.


- é ate que eles são gatos -falei lembrando dos caras do Brasil e mordendo o meu labio inferior- MAS, eu prefiro os caras de londres, eles são perfeitos.


- Olha pro Ian, ele não é perfeito -ela apontou para o cidadão ao meu lado que fez uma cara tristinha mais logo em seguida mandou o dedo pra Lucy- aw meu amor, vem aqui você sabe que é o mais lindo de todos né -ela deu um beijo estalado na bochecha dele o deixando corado. Sinto que ele gostava da Lucy, mais do que como amigo, hm...


Saímos do Auditório e infelizmente tivemos que voltar as aulas que por sorte eram todas com Lucy e Ian, eu nem vi Miley aquele dia e não fazia tanta importância assim porque ela me odiava e agora eu tinha feito amigos, mais eu ainda não desisti de faze-la gostar de mim. Eu, Lucy e Ian trocamos telefone, twitter, MSN tudo que fosse possível, descobri que Lucy morava a alguns quarteirões da "minha" casa e Ian era seu vizinho, o que nos deixou bem animados. Tocou o sinal e finalmente estávamos livres da escola por hoje, fui embora com os dois em uma conversa animada quando cheguei a rua de casa me despedi deles e os dois seguiram sozinhos. Me joguei em minha cama suspirando e olhando para o teto, para um primeiro dia de aula até que tinha sido bom, alias tinha sido otimo! eu fiz dois amigos novos, a escola era legal, os professores gostaram de mim, ninguém me odiava ou falava mal de mim ou do jeito que eu me visto ou qualquer coisa assim. Meu único problema era Miley, mais isso eu resolveria mais tarde. É minha vida em Londres estava sendo perfeita como eu imaginei, e eu ainda continuava com o pensamento de "eu devo estar sonhando" 




C O N T I N U A ...


héllow brabuletas (zoa sempre quis falar isso mais enfim) postei \*O*/ e e e e  -qn e ai gostaram? odiaram? ta lindo? ta uma bosta? COMENTEM U_U e deixa eu falar, dia 15 eu vou ter que ir pra um acampamento e tals por uma semana só volto dia 22 então eu não sei quando eu vou postar novamente, mais acho que consigo postar mais um antes de ir hehehe enfim é isso. COMENTEM MUITO PRA PROXIMA PARTE!!!!!!




DIVULGAÇÕES ::

amorinimigo.blogspot.com


http://imagineebelieberrr.blogspot.com.br/


-----


RESPOSTINHAS ::


Jemi Always And Forever : AÊÊ PRIMEIRA \*O*/ KKKKKK' awww que bom que gostou amore. Psé se viu, Miles super arrogante e tals chama eu quando for arranca os cabelo dela que eu vou junto ajudar MUAHAHAHHA -qn


@Demsmysoul_: aww <333


Cris Lovato: vish não pode viciar em coisa ruim poxa :c kkkkkk sera que ela é tão má assim p apronta com a Dem? vish. NAWMMM era o ian kkkkk 


Katherine R: oooi Kath (posso chamar assim é mais facil eheh ;c) Vis amore eu nem tenho talento pra escrever, nem ta masok kkkk postadinho :3


Lala: uhuhuhu fic nova psé \*O* HUSAHUUSHA acho bom conseguir usar seu not logo entao ouviu moça u_u zoa usahuashu


Anônimo (Milly) : AHHHHHHHHHHHHHH quanta curiosidade menina UHASUHASHUHUAS' não sta perfeito rum u_u não foi o Joe, ele so aparece mais pra frente Kkkk POSTEI MOÇA 


Alexia Nunes: nao foi o Ian kkkk (ava) não ta foda mais enfim. Sou uma lesada criativa uai :) AHAHAHAHHAHAHA no, não teve graça enfim. postado


SandrineVenas: aaaai mais que linda tava com dor de cabeça e continuou lendo owwn <333333 kkkkk


Roberta Cordeiro: q bom que gostou haha ;3 divulgado amor!


Dayane: valeu pelo selinho linda <33333


Bells: que bom que gostou amor *-* É depois dessa eu provavelmente poste mermaid KKKK' É mudou sim é melhor né hahah sim sim tem a Lucy e o Ian *O* Postado linda, beijos


Smile Girl From The Blog: aceito sim amor, depois te coloco lá nas parcerias ok?


Anônimo (Milena S): comassim apaixonada? não pode eu tenho ciumes da minha fic flw u_u -qnnnn husahusa psé Miley é maligna :c e Demi é lerda ate nos sonhos em tudo, alias né kkkkk é kd minha sorte tb, um dia ela chega....espero u_u Postei dona Milena pode matar a curiosidade kkkkk beijoss


True Love: que bom que gostou amor *-* ai que chique ela ja foi p japão ç.ç kkkkkkkk vish nem era o josé mais enfim haha poooostei nao morra


BitchImLovatic: valeu pelo selinho amor *-*


Imagine Belieber: que bom qe gostou amor, divulguei :3


Anônimo (Tata) : WOWOWOWOW não teve perfeição u_u SHAUSAHUSAUH psé a Miley não gosta da Demi...por enquanto muahahah -qqq NÃO FOI A LUCY, ERROU LALALAL -qn era o Ian kkkk pode matar a curiosidade linda postei, beijosss.


BOM estão todos devidamente respondidos divulgados e etc, meu trabalho aqui esta terminado adeus sigam o caminho de vocês -qqqqq AHHHHHHHHHH VOCÊS TEM TWITTER? SE TIVER SEGUE MEU TWITTER LÁ, É NOVO >>> @SEXOCOMJEMI enfim é isso


COMENTEM MUITOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!


beijos, amo vocês
@sexocomjemi

quinta-feira, 21 de junho de 2012

BRASIL A LONDRES ::i must be dreaming - Parte 1



DEMI POV's


Uma hora se despedindo da mamãe, mais uma hora no maldito voo e finalmente eu estava aonde sempre sonhei estar...LONDRES. Eu andava pra lá e pra cá com as minhas malas procurando alguém com pelo menos uma plaquinha escrito "Demi Lovato" ou "OI SOMOS A FAMILIA CYRUS VOCÊ É A DEMI? APROXIME-SE" mais nada, fiquei de saco cheio e sentei em um dos bancos duros do aeroporto e fiquei olhando o movimento. Um pouco longe avistei uma menina com cabelos curtos, uma mistura de mel loiro e castanho escuro tingiam seus cabelos e ela tinha os olhos mais azuis que eu ja vi, usava uma meia fio 80, um shorts de lavagem clara e cintura alta uma camiseta branca lisa e uma camisa xadrez. Nas mãos ela segurava uma plaquinha escrita "Demi Lovato" e uma cara de tedio tomava conta de seu rosto. Sorri animada e levantei-me do banco indo em direção a garota.


- oi, é...eu sou a Demi! -sorri timida apontando para a plaquinha em sua mão.

- ai até que enfim, que demora garota! -ela falou com tedio na voz- vamos logo meus pais estão esperando você no carro.

Dizendo isso a garota saiu andando na minha frente, fiquei com cara de merda por alguns segundos e balancei a cabeça afastando os pensamentos, como ela era arrogante! segui ela ate o estacionamento parando em frente a um carro preto muito lindo, Em frente a ele um homem com cabelos um pouco compridos e bonitos e uma mulher loira estavam parados.

- ah, você deve ser a Demi certo? - a mulher loira perguntou de uma forma doce, e eu afirmei com a cabeça sorrindo- É um prazer conhece-la querida! Sou a Tish e esse é meu marido, Billy - o homem sorriu pra mim - e essa é minha filha Miley.

- Ah o prazer é todo meu em conhece-los - disse sorrindo e percebi que meu inglês havia melhorado muito


Billy me ajudou a colocar as malas dentro do carro e eu me sentei ao lado de Miley que mexia no celular e nem olhava pra minha cara, sinto que ela não tinha gostado muito de mim, o que era péssimo já que eu teria que conviver um ano com ela na mesma casa. "fodeu" eu pensei. Fomos passando pelas ruas de Londres e meus olhos iam brilhando cada vez mais, é como eu sempre imaginei, alias, mais lindo, Londres era linda, perfeita. Desde de os meus 12 anos de idade eu planejava vir morar aqui e agora eu estava aqui, era inacreditável, eu devo estar sonhando! Paramos em frente a uma >> casa << linda por sinal, fiquei encantada...era ali que eu moraria por exatos um ano.


- Bem vinda a sua nova casa Dem! - Tish disse sorrindo

Novamente ajudei Billy a retirar minhas malas do carro e Miley abriu a porta enquanto entravamos ouvi Tish dizer "Miley mostre o quarto a Demi" e pensei de novo "Fodeu" mais a segui escada a cima, paramos em frente a uma porta, a ultima do corredor era preta, eu nunca tinha visto uma porta preta, confesso que fiquei encantada! Ela abriu a porta revelando uma janela enorme com uma vista linda e um daqueles bancos que ficam na janela, o qual eu sempre sonhei em ter. As paredes do quarto eram todas lilas, tinha uma porta de vidro (preto) de correr que dava no closet, uma mesinha pra colocar livros, computador e etc, uma cama de casal enorme e uma porta que dava no banheiro.

- Demi seu quarto, quarto essa é a Demi. seja feliz faça o que você quiser estou saindo - ela disse e antes que eu pudesse dizer alguma coisa ela se foi.

Bufei irritada, afinal...qual era o problema dela? ela nem me conhecia e já me odiava? Afastei esses pensamentos e comecei a tirar as coisas da mala, uma menininha, uma mini Miley apareceu no quarto saltitando e sorrindo, ela devia ter uns nove anos.


- Oi eu sou a Noah, você deve ser a Demi a garota do Brasil é um prazer te conhecer. Ai me conta como é lá? -ela dizia tudo de uma vez sorrindo enquanto se sentava na minha cama cheia de roupas.

- nossa como você fala rapido -eu ri- bem, lá e legal mais aqui é bem melhor!

- ai que emoção eu sempre quis conhecer alguém do Brasil, bem que falam que Brasileiras são lindas -ela deu uma piscadinha me arrancando uma gargalhada - AI SEU CABELO ROSA É DIVO! - ela gritou

- brigada Noah! -eu disse rindo

- enfim, mamãe mandou eu te chamar pro Jantar, vamos! -ela disse me puxando pela mão ate o andar de baixo.


O Jantar foi agradavel, Noah não parava de falar um segundo, diferente de Miley que só mexia no maldito celular e dava sorrisos falsos, é oficial...ela me odiou! Depois do jantar eu estava em meu quarto mexendo no computador falando com meus amigos do Brasil e contando como estavam as coisas por aqui quando Miley entrou no meu quarto.

- Oi -ela disse simplesmente enquanto ia se sentar no banquinho da Janela.

- oi -eu disse cerrando os olhos

- relaxa, só vim trazer seu uniforme -ela deu um sorriso sem mostrar os dentes

- ah sim, tudo bem -eu ri sem graça não sabendo muito o que falar.

- aqui -ela se levantou e me entregou o uniforme, olhei pra ele e era igual o dos filmes que eu assistia na tv, uma saia de pregas xadrez, uma camisete branca com o simbolo da escola e um casaco preto também com o simbolo da escola. Meias ate os joelhos brancas e uma sapatilha que eu provavelmente trocaria por um all star- seis horas de pé amanha por favor, não é legal se atrasar no primeiro dia de aula e eu não to afim de ficar chamando ninguém -ela disse e saiu do quarto

Continuei no MSN falando com Selena, ela era uma das minhas melhores amigas no Brasil, sempre quis vir morar em Londres também mais por agora não ia rolar pois os pais dela estavam sem grana. Depois de algumas horas sai e fui me deitar, fiquei encarando o teto também lilas do meu novo quarto cheio de estrelinhas fluorecentes ate pegar no sono.
Acordei no dia seguinte com o despertador do meu celular tocando, olhei a hora: 6h00 em ponto. Me espreguicei e fui ate o banheiro fiz tudo o que tinha que fazer, coloquei o >> uniforme << (n/a: é o terceiro ta? o que a loira ta usando hehe) arrumei meus cabelos deixando eles solto, passei rimel e um batom não tão vermelho assim e estava pronta. Quando cheguei na cozinha Miley e Noah já estavam lá tomando café e vestidas como eu, dei um Bom Dia e me sentei na mesa. Depois do café a mãe de Miley nos deixou na escola, era enorme provavelmente daria umas 10 da minha escola no Brasil.

- será que você pode parar de babar e vir logo? Não tenho o dia todo! - Miley revirou os olhos e saiu me arrastando ate a direção da escola. - Pronto daqui pra frente você se vira -ela sorriu ironicamente e antes de eu falar alguma coisa ela ja tinha ido, senhor um dia eu ainda arranco os cabelos dela!

Fui ate a direção e uma mulher de cabelos brancos gorducha e com oculos fundo de garrafa me atendeu com um sorriso meigo nos labios. Recebi meu horario, o numero do meu armario e ela me explicou mais ou menos aonde era minha sala. Fui caminhando calmamente pelos corredores enormes da escola ate encontrar minha sala, bati na porta e uma mulher da minha altura, loira e de olhos verdes abriu com um sorriso no rosto, ela era professora de Inglês. Passei os olhos pela sala e pude ver que todos me encaravam, odiava isso. Avistei Miley no final da sala com fones de ouvido e ela descascava o esmalte da unha. Suspirei e entrei na sala a unica carteira vazia era do lado da dona dos olhos azuis que me odiava, amaldiçoei todos por isso mais me sentei lá, e como eu já esperava ela nem olhou pra minha cara. Três aulas chatas que eu quase dormi, e finalmente o intervalo quando o sinal tocou foi musica para meus ouvidos. Na mesma hora Miley se levantou e saiu pela porta (NAO PELA JANELA) guardei minhas coisas e sai da sala, o corredor estava cheio e eu estava completamente perdida, segui o fluxo e cheguei ao jardim da escola. Era cheio de mesas, tinha uma cantina, arvores e milhares de pessoas sentadas conversando e rindo em seus grupinhos. Me bateu uma saudade fodida do Brasil, pelo menos lá eu tinha amigos e aqui eu estava sozinha. Espantei esses pensamentos e fui em direção a uma arvore que tinha ali, mais antes de chegar alguém esbarrou em mim derrubando refrigerante na minha camiseta branca e me derrubando no chão, e o infeliz ou a infeliz ainda caiu por cima de mim.



C O N T I N U A ...


Olá amores de minha vida, POSTEI A PRIMEIRA PARTE! amém né kkkkk é então ficou meio obvio que i must be dreaming ganhou de mermaid mais depois eu posto ela quando acabar essa e tals ok? É, a fic ia ser miam (Miley e Liam) mais ai vocês pediram tanto que eu troquei e vai ser Niley, ou seja: Jemi, Niley e Lucy e Ian são os casais principais ta? Provavelmente entre mais personagens mais pra frente mais por enquanto é só esses, e e e é isso espero que gostem e COMENTEM MUITO PRA PROXIMA PARTE U_U
Não vou responder vocês porque tipo não tem o que responder vocês só votaram e tals. Enfim

beijos, amo vocês

@sexocomjemi ;*

terça-feira, 12 de junho de 2012

Short Fic: Sweet Child o' Mine (JEMI - Parte 6- ultimo)




Acordei com o maldito sol batendo em meu rosto, pisquei algumas vezes ate me acostumar com a claridade e sentei na cama, flashs e mais flashs da noite passada corriam por minha mente, ainda parecia um sonho, não conseguia acreditar que realmente tinha acontecido. Sorri sozinho e me virei pra procurar Demi, ela não estava lá. O desespero tomou conta de mim, e se ela tivesse se arrependido e tivesse ido em bora e me deixado? Levantei correndo colocando minhas roupas que estavam jogadas pelo quarto e desci as escadas tropeçando. Cheguei a cozinha e soltei um suspiro de alivio. Ela estava ali, os cabelos bagunçados, uma cara de sono linda e com a minha camiseta. Ela não tinha me deixado!


- Bom dia querido - minha mãe disse com um sorriso doce nos labios


- É, bom dia -respondi ainda com os olhos vidrados em Demi.


- sente-se querido e venha comer 


parei de encarar Demi, que ate agora não tinha olhado pra mim o que me incomodou muito. 


- E ai como foi a noite ontem? - Nick disse levantando as sobrancelhas tentando fazer cara de tarado, o que me fez gargalhar.


- normal, por que? -perguntei me fazendo de desentendido


- ahhhh qual é, não enrolem todos viram você e você senhorita Lovato -apontou pra Demi que na hora engasgou com o suco- se pegando na festa


- A gente só tava dançando cala boca Nicholas! - falei revirando os olhos


- Ô pai....- Violet me chamou sorrindo de um jeito estranho


- fala -respondi cerrando os olhos e a encarando, coisa boa não vinha, não quando ela fazia essa cara e dava esse sorriso


- Tio Nick me disse que você e a tia Dêdê estavam fazendo um irmãozinho pra mim ontem a noite, e que isso explicava os barulhos estranhos no quarto ontem a noite. É verdade? -ela perguntou docemente


- CLARO QUE NÃO - Demi se engasgou com o suco de novo- não tem irmãozinho nem nada disso Vi, seu tio tava brincando. Não é Nicholas? -ela perguntou encarando ele com um olhar mortal que deu medo ate em mim


- eu não sei de nada -ele sorriu e enfiou pão de queijo na boca.


- Não precisa ficar nervosa Tia Dêdê, sempre quis um irmãozinho -ela disse enquanto tentava passar geleia no pão-  e sempre quis que você e o papai ficassem juntos -ela sorriu


- mais...eu...ele...ARGH - Demi levantou da mesa e saiu pra fora


Não esperei nenhum segundo, sai da mesa e fui correndo atras dela. Demorei alguns minutos até encontra-la sentada debaixo da arvore, as mãos segurando os cabelos, e a cabeça enfiada entre as pernas. Respirei fundo e me aproximei dela sentando ao seu lado.


- sai daqui eu quero ficar sozinha -ela disse com a voz rouca


- não vou te deixar sozinha -disse firme- me desculpa pelo Nick ele é um idiota e a Violet...ela não tem culpa -ela não disse nada, aquele silencio estava me sufocando- fala alguma coisa, você...se arrependeu por ontem?


- não -foi só o que ela disse, com a voz tão rouca e baixa que eu quase não ouvi


- então porque você esta assim? -perguntei enquanto tirava uma mecha de cabelo de seus olhos, e pude ver que ela chorava. aquilo partiu meu coração


- por que eu estou com medo -ela sussurrou em meio de soluços, a puxei para meu colo e a abracei sentindo-a tremer em meu colo por causa dos soluços-  isso não vai dar certo -ela disse por fim enfiando a cabeça na curva do meu pescoço


- como você sabe? a gente nem tentou ainda -eu disse tão baixo quanto ela falava, mais sabia que ela podia ouvir.


- nunca da certo, porque agora daria? eu tenho medo Joe eu não quero me ferrar de novo, ja cansei de ser magoada -ela disse se apertando ainda mais em mim


- vai dar certo. eu prometo! E eu juro que vou fazer de tudo pra nunca te magoar, mais não fuja Demi, por favor -eu disse implorando enquanto sussurrava em seu ouvido


- Joe -ela falou ainda incerta do que fazer


- Olha pra mim -eu pedi e ela olhou com os olhos vermelhos e cheios de lagrimas, segurei seu rosto delicado com minhas mãos como se fosse a coisa mais valiosa do mundo, e no meu mundo era mesmo. - por favor não fuja de mim -encostei a testa na dela- Eu quero você, sempre quis. Eu preciso de você Dem.


Olhei pra Demi e vi ela morder os lábios tentando conter o choro a balançar a cabeça afirmando, sorri abertamente e a puxei pela nuca beijando-a, aquela mesma sensação me consumiu, o buraco no estomago, os arrepios, era como se tivessem colocado meu corpo em uma tomada, eu sentia choques por todo meu corpo. Depois daquele dia Eu e Demi começamos a namorar, eu achava que nunca mais iria me apaixonar de novo, nunca sentiria nada como eu senti pela Taylor, mais Demi mudou todos os meus pensamentos eu a amava, ela mudara minha vida, ela me mudou e pra melhor. E agora eu finalmente sentia que estava feliz, completo.


✝ ✝ ✝ 


Demi POV's

- Joe desculpa, mais é meu sonho. Eu sempre quis isso eu te amo mais eu tenho que ir - eu disse enquanto Joe chorava bem na minha frente, eu odiava estar fazendo isso, odiava ter que deixa-lo, odiava estar fazendo ele sofrer, mais era meu sonho eu precisava segui-los.

- você, você prometeu nunca me deixar Demi! - ele disse com a voz baixa por causa do choro

- Eu não vou te deixar, são só...5 anos -engoli em seco.

- 5 ANOS DEMI, 5 ANOS LONGE DE MIM. EU NÃO VOU TE VER EM 5 ANOS, NÃO VOU TE BEIJAR, NEM TE TOCAR, SENTIR SEU CHEIRO NADA 5 ANOS É TEMPO DE MAIS! -ele gritou, as veias saltavam em seu pescoço, o que me deixou assustada.

- desculpa Joe. 

Foi a ultima coisa que eu disse antes de pegar minhas malas e sair da casa dele, Eu ganhei uma bolsa de estudos  em L.A eu não podia simplesmente deixar pra lá, era meu sonho, sempre quis estudar Direito. Amo Joe, amo a Violet vou sentir falta deles mais que tudo nessa vida mais eu precisava fazer isso.



✝ ✝ ✝ 


Fazia três anos que eu estava morando aqui em Los Angeles, eu dividia o apartamento com Miley. As coisas iam bem, eu me formaria daqui a dois anos, mais faltava alguma coisa, ou melhor alguém. Eu me sentia sozinha, vazia, Eu vim embora mais deixei meu coração com Joe, deixei uma parte de mim com aqueles dois que eu tanto amava. Mais parecia que ele ja havia se esquecido de mim, eu vi em revistas, jornais, na tv, em todos os lugares que ele ia se casar e o pior de tudo, ia se casar com a Taylor. Aquilo doeu em mim doeu mais do que se enfiassem uma faca em meu coração. As lagrimas já corriam livremente por meu rosto quando Miley entrou no quarto, eu estava com os olhos vidrados na TV, passava uma reportagem sobre o casamento de Joe, ia ser daqui a dois dias.




- Dem...-Miley falou com a voz manhosa se sentando ao meu lado e me abraçando


- Ele....Ele me esqueceu! -eu falei chorando alto


- duvido minha loira! -ela sorriu secando minhas lagrimas- Alias duvido não, eu tenho certeza. Falei com Nick isso é jogada de Marketing - ela sorriu de novo tentando me fazer sentir melhor


- jura? - perguntei num sussurro, minha voz estava entalada na garganta, como um nó.


- Juro loirinha -ela me abraçou mais forte


Miley e Nick estavam namorando a um ano, e a distancia. Por que comigo e Joe não podia ser assim também? porque ele não podia me esperar?

- DEMI! -Miley gritou me tirando dos meus pensamentos sem fim



- quié sua louca -falei mal humorada


- eu estou te chamando a uma hora quase e você nao responde -ela revirou os olhos- Eu tenho uma ideia...


- diga -cerrei os olhos e fiquei encarando aqueles olhos azuis enormes que brilhavam, deixando claro que ela aprontaria alguma.




✝ ✝ ✝ 




- não acredito que você me fez fazer isso Miley! -falei enquanto estava sendo arrastada pra fora do aeroporto

- cala boca você ta amando sua vadia, confesse! -ela riu animada 

Estávamos no aeroporto de Londres, pois é a vadia me convenceu a correr atras do que eu queria, "foda-se a faculdade você ama o Joe não ama? Então ta esperando o que pra correr atras do amor da sua vida? ou vai ficar ai parada vendo a vadia loira sem sal da swift pegar seu homem?" foi essa a frase que me convenceu de que eu deveria vir e pegar o que é MEU de volta. Chegamos no hotel jogamos as malas lá, colocamos uma roupa descente e descemos correndo de novo, marcamos de encontrar Nick em um restaurante, e só tínhamos um dia pra eu conseguir acabar com aquela droga de casamento. Chegamos no restaurante e sentamos em uma mesa proxima a janela, depois de alguns minutos Nick chegou de mãos dadas com uma loirinha que eu bem conhecia: Violet.

- TIA DÊDÊ? - ela gritou com lagrimas nos olhos e sorrindo

- meu anjo -eu a abracei apertado- meu deus como você cresceu olha só pra você -eu sorri olhando pra ela, estava linda, tão linda que ate doia. parecia uma bonequinha de porcelana

- você ta gata também dêdê -ela piscou e eu gargalhei- o que você ta fazendo aqui?

- é segredo -sorri pra ela de um jeito maldoso

- a gente não tem segredos - ela cruzou os braços e ficou me encarando- vai dêdê me conta -ela fez biquinho

- tudo bem, eu vim porque eu senti muita saudade de você e do seu pai, e eu amo vocês. Voltei pra ficar com vocês dois, mais não sei se vai dar por que seu pai vai casar....

- AI. MEU. DEUS -ela falou pausadamente colocando a maozinha no coração- você voltou pra gente? -eu afirmei com a cabeça- a gente esperou tanto por isso, você não tem noção mãe...

- mãe? -eu perguntei sorrindo com cara de idiota, ela tinha me chamado de mãe?

- ah, desculpa -ela abaixou a cabeça- eu sei que minha mãe é a Taylor mais ela não gosta de mim, e eu sempre quis que você fosse minha mãe

- vamos fazer um trato? -perguntei secando a lagrima que escorria em sua bochecha

-qual? -ela perguntou curiosa

- você me ajuda a acabar com o casamento do seu pai, e ai tudo vai voltar a ser como antes, e eu vou poder ser sua mãe -sorri pra ela animada

- FEITO -ela bateu palmas

- plano "acabar com o casamento do gostoso com a carne enlatada" em ação - Miley disse com uma cara maligna

- sua cara de malvada é tão sexy -Nick disse com cara de tarado olhando pra ela

- ai pelo amor de deus vão achar um quarto -eu disse rindo e abraçando Violet

✝ ✝ ✝ 

Já era de noite, eu e Miley estávamos paradas em um canto do lado de fora da igreja, estávamos tremendo e completamente ensopadas tivemos que vir na chuva. Pude ver Nick entrando com uma menina morena, depois Kevin e Danielly, vi Justin entrando também mais acho que ele não nos reconheceu, Dona Denise e seu Paul foram em seguida e eu vi Violet num vestidinho de daminha de honra laranja fluorecente horrivel, pelo visto Taylor não tinha um bom gosto pra essas coisas. Violet nos viu e sorriu dando uma piscadinha, logo em seguida aquela musiquinha chata que toca em todos os casamentos começou, Taylor apareceu em um vestido da mesma cor do de Violet, qual era o problema dela? ia matar usar branco? santa breguisse! Depois que ela entrou as enormes portas da igreja se fecharam. Fodeu!


- a porra da porta fechou Miley eu disse que não ia rolar e agora, caralho eu vim nessa merda pra nada -eu estava histerica

- LOIRA MALDITA CALA A BOCA -ela me deu um tapa forte na cara

-SUA FILHA DA MÃE -empurrei ela

- você vai querer brigar aqui? agora? acho que não né então cala a boca e espera que vai dar tudo certo. -ela disse confiante enquanto discava algum numero no celular

-la dentro-

- Vi, é agora vai -Nick cochichava 

- to indo -ela sorriu de um jeito maldoso pra uma criança de 7 anos.

Exatamente na hora que o padre começou a falar aquela baboseira de "você promete respeita-lo ama-lo" e bla bla bla, Violet olhou para os dois lados depois para seu Tio e sorriu de novo, respirou fundo fechou os olhos e então se jogou no chão fingindo que estava desmaiada.

- AI MEU DEUS VIOLET - Nick gritou chamando a atenção de todos

- Violet - Joe arregalou os olhos e correu ate a pequena jogada no chão - Violet fala comigo -ele perguntou desesperado

- Joseph volte aqui agora, estamos no meio do nosso casamento - Taylor falou autoritaria lançando-lhe um olhar mortal

- sua filha acabou de desmaiar e você nao ta nem ai? qual seu problema vadia? - Nick perguntou inconformado- Joe volta pra lá termine seu casamento eu vou levar a Violet lá pra fora ta

- Mais...

- ANDA JOE!

- na porta da igreja Demi POV's-

Eu e Miley andavamos de um lado para o outro esperando alguma coisa acontecer, então a enorme porta da igreja se abriu e eu vi a cabecinha de Violet pra fora me chamando, sorri pra Miley quase me ajoelhando no chão e dando graças a deus e entrei, eu devia estar arrumada, maquiada mais não estava com uma calça jeans preta gasgada uma camiseta larga e caida pro lado com a estampa de uma caveira e um all star preto, meu cabelo todo molhado e bagunçado, mais foda-se o que importa é que eu teria ele de volta.

- Ta, corre você meio que perdeu a parte do "se alguém aqui tem algo contra esse casamento que fale agora ou cale-se para sempre" -ele riu enquanto andávamos pelos corredores da igreja. Chegamos a porta que dava aonde o casamento estava acontecendo e meu coração começou a acelerar, me deu tremedeira e tudo e se eu tivesse vindo aqui pra nada? e se ele me odiasse? e se ele realmente tivesse me esquecido?

- vai Demi entra - Nick disse me empurrando quando vi ja estava dentro do local e todos estavam olhando pra mim, eu congelei.

Ele estava lá me encarando com os olhos arregalados e um meio sorriso no rosto, eu não sabia o que falar só queria sair correndo dali e esquecer tudo isso, mais eu não podia.

- quem deixou mendigos entrarem no meu casamento? - ela fez cara de nojo, aquilo me irritou muito.

- sua carne enlatada cala a boca! - ouvi Miley gritando- Vai Demi fala tudo gata -ela sorriu me encorajando.

Olhei pra Nick e Violet e eles sorriam da mesma forma, respirei fundo e mandei o medo pra puta que pariu, eu já tinha vindo ate aqui mesmo pior não podia ficar

- Joe -eu comecei e minha voz saiu tremula- Eu...me desculpa - eu deixei uma lagrima cair e fui dando pequenos passos ate o altar aonde ele se encontrava- me desculpa por ter te deixado, eu fui uma idiota, foi a pior decisão que eu já tomei, eu te amo, eu sei que pode ser meio tarde agora mais eu te amo, eu sinto sua falta e eu ainda preciso de você, eu estava errada. Eu tinha que correr atras do meu sonho mais agora eu percebi que você é meu sonho, e se não for tarde de mais eu queria pedir....-fechei os olhos deixando as lagrimas correrem livremente por minhas bochechas eu estava parada na frente dele, e ele me encarava com lagrimas nos olhos também, respirei fundo e continuei- eu queria pedir....volta pra mim? Eu não quero mais viver sem você!

- quem você pensa que é pra chegar aqui e falar tudo isso pro MEU noivo? - Taylor perguntou vermelha de raiva

- cala boca loira magrela - ouvi a voizinha de Violet gritando e sorri

- eu sou sua mãe violet não fale assim comigo!

- não, você não é minha mãe. Minha mãe é a Demi! e agora sai dai nao percebeu que o papai quer ela e não você? - Violet falou levantando as sobrancelha e fazendo cara de metida.

- Joe ...- eu me virei pra ele novamente

Ele continuava me encarando, mais agora com um sorriso enorme estampado no rosto, como eu senti falta daquele sorriso. Ele se aproximou de mim e então me beijou. Passei meus braços envolta de seu pescoço e o puxei mais pra mim, como eu senti falta daquele beijo, daquelas sensações que só ele me causava, como eu senti falta dele. como eu consegui ficar 3 anos longe disso tudo? Quando faltava ar nos separamos e ficamos nos encarando sorrindo feito babacas um para o outro.


- ta tudo bem, eu nunca deixei de te amar, e eu te esperei esse tempo todo, mais achei que você tivesse me esquecido -ele sorriu triste e eu neguei com a cabeça- Eu te amo minha pirralha

- ISSO! - Violet venho correndo ate nós e Joe a pegou no colo- Agora minha familia está completa! -ela sorriu abraçando eu e Joe ao mesmo tempo. 


FIM.


Bom, esta ai meninas, acabou a fic :c mais vocês nem vão sentir falta porque era horrivel né hsuahsuahs' enfim espero que tenham gostado COMENTEM!!!! Não me matem se eu não responder vocês hoje please? To dodoi e nem to me aguentando em pé, mais eu li todos os comentarios e fico agradecida pelo carinho/xingamentos de vocês <3333 E BEM VINDAS AS LEITORAS NOVAS espero que gostem do blog e tals :33 enfim é isso, ná proxima postagem eu vou colocar duas descriçoes de duas fics diferentes (claro) aqui ai vocês vão escolher uma das duas ta? Mais isso a gente resolve no proximo posto né. 

Obrigada mesmo pelos comentarios, espero que tenham gostado da fic e COMENTEM MUITO pra gente começar a outra fic flw?

beijossss, amo vocês

@sexocomjemi ;*