sexta-feira, 27 de julho de 2012

ENTUPIDORA DE BANHEIROS :: i must be dreaming - Parte 3



- Demetria Devonne Lovato para de ser lerda pelo amor de deus e vamos - Lucy me arrastava pra dentro do colégio na maior pressa do mundo.

- relaxa senta e goza lucy - falei como se fosse a coisa mais normal do mundo, mais quando olhei a cara de Lucy e Ian não me contive e gargalhei alto chamando a atenção de metade do pessoal que estava do lado de fora - era brincadeirinha gente, só pra descontrair a manha poxa! -eu fiz bico e os dois riram

- você descontrai o que tu quiser, mais depois loira! Agora a gente precisa ir lá na secretaria da escola pra te inscrever no coral da escola antes que acabe as vagas - Ian disse arrastando Lucy e Lucy me arrastando. Me lembrava as escolinhas no Brasil que você ia de trensinho pra não se perder dos amiguinhos.

Finalmente chegamos a secretaria da escola, tinha um mural com listas de varios grupos da escola. Logo avistei o que me interessava e coloquei meu nome lá mais nervosa que o normal, amava cantar, tocar, dançar mais morria de vergonha de fazer isso na frente dos outros! Correndo os olhos pela lista vi que o nome de Miley estava lá também. Sorri. Era uma boa chance de eu conseguir me aproximar dela certo? MUSICA APROXIMA AS PESSOAS AMÉM!

- Fiquei sabendo que trocaram o professor do coral - Ian comentou enquanto andávamos pela escola. Estávamos de aula vaga.

- Fiquei sabendo também, e eu o conheço - Lucy sorriu - É meu primo. Ele é um gato, ninguém vai se concentrar na aula. Garanto - ela sorriu maliciosa, ela precisa ir pra um colégio de freiras.

- controle os hormônios nanica - Eu brincou levando um tapa na bunda logo em seguida - EU DISSE QUE ERA PRA CONTROLAR OS HORMÔNIOS LUCILLE! 

- não fala meu nome alto praga satanica - Lucy falou olhando debilmente pra minha pessoa que quase rolou no chão de rir, ela odiava que chamassem ela de Lucille.

- eu tenho medo, muito medo de vocês! preciso de amigos homens urgentemente! - Ian disse e logo em seguida dissemos juntas um "vai pra merda" e demos um tapinha em seu braço - quanto amor -ele revirou os olhos


Na escola ocorreu tudo bem como sempre, diferente do que eu imaginava a escola lá era muito legal. Claro que tinham aquelas patricinhas fúteis, lideres de torcida vadias, jogadores e toda essa merda que você vê em filmes mais ainda assim tinham pessoas legais. Voltando pra casa era como sempre. Voltava eu Ian e Lucy conversando e rindo como se fossemos amigos a anos e anos. Mais não eramos, nos conhecíamos a um dia e eu realmente tive muita sorte por ter conhecido esses dois, ou não sei o que seria de mim. Pude ver Miley um pouco a nossa frente, ela estava de cabeça baixo e sua expressão não era a das melhores. Minha vontade era ir lá e perguntar se estava tudo bem, mais tinha quase certeza que ela me mandaria pro inferno e ainda me jogaria na frente do primeiro carro que passasse e eu tinha muito, MUITO amor a vida.

- Porque ela não fala com você? Vocês moram na mesma casa cara! - Ian perguntou confuso alterando o olhar entre mim e Miley la na frente.

- Eu não sei -suspirei chateada- eu tentei me aproximar mais ela só me afasta  -dei com os ombros fazendo uma careta

- Ela é dificil - Lucy disse- Eu conversava com ela ate ano retrasado, ela era super animada e legal e simpatica. Ia na minha casa todo dia e depois de um certo dia ela saiu correndo da minha casa chorando e nunca mais falou comigo e afastou todos - Lucy fez uma carinha triste, como se sentisse falta de Miley

- nossa - foi a unica coisa que eu e Ian dissemos.


Cheguei a "minha" casa e fui direto pro quarto, tomei um longo banho enquanto ouvia musica pra animar e dar um de meus shows, troquei de roupa e desci. Fiquei jogando video game com Noah e Miley estava no outro canto da sala jogada no tapete lendo um livro que eu não consegui indentificar. Depois do almoço Noah saiu pra casa de uma amiguinha e so restou eu e Miley na casa. A dona dos olhos azuis tirava o esmalte preto da unha com os dentes e a mesma expressão de hoje de manha tomava conta de seu rosto angelical.

- Miley...- eu disse e ela virou com cara de pouco amigos pra mim, engoli em seco mais continuei - Esta tudo bem?

- melhor impossível - ela sorriu ironicamente

- não é o que parece - sorri da mesma forma que ela

- nem tudo que parece é garota brasileira -ela voltou a mexer nas unhas e eu bufei desistindo de qualquer contado ou aproximação. MAIS SÓ NAQUELE DIA!




Já era quase 17h00 quando Lucy me ligou mandando eu ir ate a casa dela pois iriamos assistir filmes e ela me implorou por um brigadeiro. Coloquei um shorts jeans um all star preto e um moleton um pouco (bem) maior que eu da G.A.P e fui andando, a casa de Lucy era uns três quarteirões de onde eu morava então não era longe. Nunca tinha ido lá antes mais ela me disse que era uma casa branca e a ultima da rua e acabei achando fácil a casa* [n/a: quando tiver * em uma palavra é porque tem link ou foto ta? pra ajudar na imaginação de vocês] e com toda certeza do mundo eu fiquei parada observando a casa por longos minutos, era linda meu deus! 


- gatissima vem em mim - Lucy abriu a porta pulando no meu pescoço


- ui to indo - disse sorrindo maliciosamente e depois logo rindo 


entramos na casa dela e eu ainda continuava babando, tudo naquela casa parecia daqueles catálogos de revista que sua mãe compra e fica delirando pois então, era a casa de Lucy. Fiz uma panela enorme de brigadeiro e nos jogamos no sofá pra assistir "Esposa de Mentirinha" conversamos, rimos e então a Lucy ficou com dor de barriga e foi correndo ate o banheiro deixando eu pra trás rindo feito hiena.


- LUCY O TELEFONE TA TOCANDO SAI DAI LOGO - Eu disse depois de alguns minutos, o maldito telefone não parava de tocar nenhum segundo


- ATENDE AI PRA MIM - Lucy pediu - E CALA A BOCA ESTOU ME CONCENTRANDO 


- que nojo - disse rindo e pegando o telefone - Alô?


- oooi - uma voz grossa disse animada


- é...quem esta falando? - eu perguntei cerrando os olhos, e aquela voz me causava arrepios 


- Eu que pergunto quem fala - ele disse num tom ironico


- você ligou, você fala quem é não acha? - eu perguntei sorrindo ironicamente, mesmo sabendo que ele não poderia me ver


- você está na MINHA casa eu que devo saber o que uma estranha faz ai -ele disse por fim rindo


- tudo bem -suspirei derrotada- É a Demi...amiga da Lucy 


- Ah sim, aqui é o Joe irmão dela, sabe onde esta minha mãe? ou Lucy?

- sua mãe se eu não me engano saiu, e Lucy esta trancada no banheiro...sabe como é - eu disse não me controlando e rindo



- ninguém merece essa pirralha no banheiro -ele riu também- bom quando ela sair avise que eu liguei e peça pra ela me ligar de volta tudo bem?

- pode deixar - sorri



- valeu, tchau Dem - e então ele desligou, e ele realmente me chamou de "Dem" ? Como assim?



Meus profundos pensamentos foram interrompidos graças a uma Lucy que voltou com a maior cara lavada do mundo, o que me fez esquecer seu irmão e rir histericamente.


- para loira -ela fez biquinho- quase perco a alma no banheiro agora e tu fica rindo praga? -ela perguntou e eu afirmei com a cabeça voltando a rir


Falei sobre Joe para a entupidora de banheiros e ela disse que avisaria sua mãe e ela ligaria pra ele. Ela me contou que seu irmão estava morando na california com um amigo a dois anos tentando fazer contrato com alguma gravadora um cantava e o outro tocava guitarra mais todas as gravadora pediam mais pessoas na "banda" deles e que Joe estava um tanto quanto desiludido e que estava voltando pra casa daqui a dois meses. Acabei dormindo na casa de Lucy e no dia seguinte acordamos atrasaderrimas pra escola e graças a um bom deus a Sra. Jonas nos levou ate a escola.


- olha quem resolveu aparecer - Ian disse enquanto dava um beijo na nossa bochecha


- cala boca e vamos menino - Lucy dizia


Hoje era o meu primeiro dia no coral da escola e eu estava muito nervosa pois pelo que me disseram eu teria que cantar uma musica pra ver se eu realmente podia entrar, enfim, estavamos eu Lucy e Ian sentados numa cadeira de madeira clara e dura numa salinha pequena onde só tinha uma lousa, um piano, violões, guitarras e todos os instrumentos que possa imaginar e do outro lado da sala cadeiras e mais cadeiras para os alunos sentarem. Estavam todos conversando quando um cara não tão mais velho que eu, eu tinha 17 ele devia ter uns 24 por ai entrou na sala. Estatura alta, os cabelos quase raspados, olhos achocolatados penetrantes e um corpo dos deuses. mentira que aquele era o professor de musica?


- E ai galera? - sua voz era grossa e suave ao mesmo tempo- Sou Nicholas o novo professor de musica de vocês e creio que teram que me aguentar até o final do ano -ele sorriu sem mostrar os dentes, um sorriso timido e extremamente fofo. Ó SENHOR NICHOLAS SORRIA ASSIM NA MINHA CAMA! brincadeirinha foi só piadinha.






C O N T I N U A . . . 




oioi gente *eu dando uma de kéfera* e ai como estão vocês porpurinas lindas? sumi né? foi mal, como eu disse antes, eu fui pra um acampamento e só voltei agora mais estou eu aqui postando p alegria ou infelicidade de vocês hehe.  Espero que tenham gostado e COMENTEM MUITO se não eu não posto a proxima parte pra vocês u_u
Sobre a enquete ali do lado os Jonas venceram \*O*/ então eu vou fazer uma shortfic com eles to começando a escrever ainda não sei quando eu vou postar ela e tals mais sera em breve. 

MAIS UMA COISA HEHE nos comentarios vocês por obséquio poderiam colocar os casais que vocês gostam? pra eu escrever mini fic sobre eles e não ficar só em Jemi e Niley porque tem gente que gosta de mais coisas né então coloquem nos comentarios os casais que vocês gostam, nem precisa existir nescessariamente vale colocar a Demi com o Robert (exemplo ta) só coloque e eu vou ver e fazer shortfic enfim é isso.


não vai dar pra responder os comentarios porque eu estou indo nesse exato momento pra casa da minha vó e não da tempo, desculpa. mais eu li todos e brigada viu meninas <3333




beijossss


love u - @sexocomjemi

terça-feira, 3 de julho de 2012

he was a punk she did ballet - SongFic (NILEY)




- Alan corre aqui olha o que eu achei - Megan sussurrava chamando o irmão enquanto estava nas pontas dos pés pendurava em uma prateleira enorme do escritório de sua mãe.

- o que você quer agora Meg? - Alan apareceu na porta com um saco de doritos nas mãos e com cara de tédio esperando uma resposta da irmã.

- eu achei o diario da mamãe, só não consigo pegar. você podia pegar pra mim? -ela fez aquela cara de cachorro que caiu da mudança que Alan não resistia.

- sua vaca -ele resmungou baixinho recebendo um tapa da irmã no braço e alcançou o diário, era médio e bem grosso a capa era de couro preto e tinham desenhos impossíveis de entender desenhados na capa junto com um "Diario da Miley" escrito em glitter prata. - A mamãe é velha, ter diário é coisa de menininha chata que nem você, porque ela teria um?

- deixe a a senhora jonas ouvir você falando que ela é velha que você vai querer entrar pelo buraco que te trouxe ao mundo de novo! -ela riu da cara de nojo que ele fez- seu lerdo, isso aqui é o diario da mamãe quando ela tinha a minha idade, imagine o tanto de coisa que tem aqui. EU PRECISO LER! - Megan falou pulando e se sentando no tapete fofinho que havia no escritório, dois minutos depois Alan estava sentado ao lado dela olhando o diário e enfiando um monte de doritos de uma vez na boca - só não é mais porco que o papai -megan disse e voltou a ler.

ALGUNS (MUITOS) ANOS ATRAS...

Miley Ray Cyrus, mais todos a chamavam de Miley ou Miles, tinha 16 anos era bonita, tinha os cabelos perfeitos, o corpo que todas sonhavam e ter e a vida dos sonhos de qualquer um e, era bailarina. Mais uma aula acabava e Miley colocava apenas o all star e continuava com a roupa* das aulas de Ballet que acabara de terminar. pegou sua bolsa enorme guardando as sapatilhas de ponta rosa bebe e saiu da sala descendo as milhares de escadas que haviam no predio, chegando a rua bem a frente pode avistar seu carro new beetle rosa* estacionado bem a sua frente sorriu animada ainda babando no carro que tinha ganhado semanas atras de aniversario e foi em direção do mesmo, antes de chegar ao carro ela conseguiu com toda a sorte do mundo ser atropelada por um skate, um maldito skate. pensou Miley.

- moça desculpa mesmo foi sem querer - o menino falava desesperado - você precisa de medico? curativos? agua? qualquer coisa? só falar

- preciso que você cale a boca porque eu já estou ficando tonta de tanto você falar -ela respondeu mal humorada finalmente se levantando do chão e pegando sua bolsa.

- ah, desculpa -ele falou sem graça coçando a nuca em um sinal claro de nervosismo- enfim você ta bem né?

- sim eu estou - miley de um sorriso amarelo sem mostrar os dentes e finalmente olhou para o rapaz a sua frente, olhos castanhos, branquinho, cabelos encaracolados e achocolatados e pintinhas maravilhosas espalhadas perfeitamente por seu rosto de bebe. espera ela o conhecia! - ei eu te conheço! -ela disse pensando- você não é meu vizinho?

- é sou eu sim - os olhos do rapaz brilharam de felicidade por ela reconhece-lo - e você e a minha vizinha, a que escuta musica clássica o dia inteirinho e dança ballet -ele sorriu e ela sorriu ficando vermelha afirmando com a cabeça

- ei você quer uma carona? -ela perguntou sorrindo animada com a possibilidade de ele aceitar.

-nesse carro rosa? -ele fez uma careta

- a qual é, é so um carro -ela fez um bico tão fofo que Nick não resistiu e sorriu indo em direção ao carro.


Vamos aos fatos: Miley era vizinha de Nick a pelo menos...pelo menos o cacete eles são vizinhos desde pequenos e sempre brincavam juntos. Miley era apaixonada por Nick assim como ele era por ela. Quando os dois completaram 12 anos as coisas começaram a mudar, Miley se interessou pelo ballet, fez novos amigos, ficou popular na escola e ficou linda. Já Nick tinha uma banda na garagem de casa, andava de skate, fumava, saia pra festas e não era nada popular. Ele era um punk e ela era uma bailarina. E assim eles se afastaram e pararam de se falar ate ...hoje. agora vamos a outro fato. Nicholas ainda era completamente apaixonado pela bailarina dos olhos mais azuis que ja vira, ela ainda tomava conta de seu coração e sua mente e nada nem ninguém poderia mudar isso, mais ele não era bom o suficiente pra ela, era como se ela fosse uma princesa e ele um mendigo? não, não podia nem chegar perto dela ate por que os amigos dela o odiavam, mais um problema. E  Miley, a nossa princesa dos olhos azuis ainda era apaixonadíssima pelo cara da banda na garagem, mais nunca admitiria isso a ele, nem que quisesse. Seria massacrada por seus amigos. Chegando em casa Nick deu um beijo sem querer ou não no canto da boca de Miley fazendo a menina corar violentamente e saiu correndo pra sua casa, Miley desligou o carro e foi para casa suspirando.
A menina tinha acabado de sair do banho, estava com um roupão rosa bebe e os cabelos quase ruivos completamente molhados chegando um pouco abaixo de sua cintura fina. Ela se jogou na poltrona do quarto e logo Happy seu cachorro chegou abanando o rabinho e pedindo colo, ela o pegou no colo e ficou alisando seu pelinho curto numa mistura de preto e mel.

- Happy eu vi ele hoje -ela conversava com o cachorro - ele estava mais lindo do que a ultima vez em que o vi -ela disse sorrindo sozinha- queria tanto poder ficar com ele -ela fez um biquinho beijando o cachorro que abanou o rabo feliz da vida.

- queria ficar com quem? - Demi sua melhor amiga abriu a porta do quarto cheia de sacolas, Demi era menor que Miley tinha os cabelos loiros tão cumpridos quanto os de Miley e um corpo, que Miley descrevia como "totalmente gostosa" o que fazia a menina rir escandalosamente.

- ah, queria ficar com...aquele par de sapatos que minha mãe comprou e não deixou nem eu encostar -odiava mentir para a amiga, mais ela também não ia com a cara de Nicholas, não podia falar que estava apaixonada pelo skatista esfarrapado como eles diziam.

- ai que dó, eles realmente eram lindos -ela fez biquinho- mais então comprei umas roupas lindas, você escolhe uma e se arruma porque temos que ir na droga da festa do Zac, ou Ashley nos mata! 

- nossa verdade tinha me esquecido! -Miley pulou em cima da cama e começou a olhar todas as sacolas que Demi trouxe.


No final das contas Miley estava com um shorts jeans vermelho berrante com alguns detalhes e alguns rasgos, um top florido e um scarpin preto de verniz. Demi usava um shorts preto e rasgado uma camiseta curta e regata com o desenho da bandeira dos Estados Unidos e botas.


- Demetria tu ta quase com a sua bunda enorme pra fora, vão ficar te olhando. Já estou com ciumes - Miley brincou fazendo cara feia e cruzando os braços.

- Ai amor, não se preocupa minha bunda e toda sua -ela gargalhou alto fazendo Miley rir também

- Vamos logo desastre da natureza! -Miley puxou Demi pelo braço


As duas entraram no carro rosa, já que Demi ainda não tinha um carro. Em algumas horas já estavam estacionando o carro na frente de uma casa enorme, saltaram do new beetle e foram para a entrada do local, tinham muitas pessoas na entrada do local conversando, rindo ou bebendo, dava pra ouvir "Love Game" da Lady Gaga tocando o que animou bastante as meninas. Entraram na casa que estava lotada, nem andar direito era possível, pessoas dançando, bebendo, se agarrando ou usando os quartos para fazer coisas era o que mais se via ali, e nem era mais tao assustador pois em todas as festas que iam era a mesma coisa. Como Miley havia dito os caras realmente mexiam com Demi e em segundos ela ja tinha sumido com algum por algum canto da casa deixando a menina sozinha. Sem muita escolha ela foi ate a cozinha pegando um copo e uma bebida azul muito chamativa que a encantou e bebeu tudo de uma vez.

- Ei vai com calma bailarina - Ela escutou uma voz masculina e rouca atras de si que a fez tremer dos pés a cabeça.

- Até parece né Nick -ela riu- é fraquinha -ela deu mais um gole da bebida

- aham sei - ele cerrou os olhos e bebeu a cerveja que estava em sua mão.

- NICHOLAS AMOR VEM AQUI, QUERO TE COMER - Joe gritou chegando perto de Nick, Joe era melhor amigo de Nick e o vocalista da banda de garagem - VOCÊ NÃO SABE! TA LIGADO A BUNDUDA DA DEMI? PEGUEI ELA TO NO PARAISO - ele falou meio que babando enquanto Nick chorava de rir e Miley arregalava os olhos, Então a vaca da Demi pegava o pé rapado e ela não podia pegar a perfeição do Nicholas? ah ela ia se ver com ela, Miley ia arrancar aquela maldita bunda dela fora de tanta raiva.

- É, Joe é melhor a gente ir embora né. Ta pagando mico dude! -ele falou arrastando Joe pra fora- Tchau Miles -ele piscou pra ela e saiu

- TCHAU AMIGA DA BUNDUDA GOSTOSA - Joe gritou fazendo um bico ridiculo e depois foi arrastado pelo Nick cozinha a fora.


Miley se encontrava sentada no jardim com seus amigos conversando, ainda queria voar em Demi e espanca-la mais não podia fazer aquilo ali na frente de todos, então se controlou. Zac e Ashley se pegavam em um canto enquanto Shari, Mike e Denise bebiam e conversavam.

- é...gente? - Miley chamou incerta 

- fala amor da minha vida - Shari falou toda meiga tomando um gole da tal bebida azul

- o que vocês acham do Nick Jonas? -Miley perguntou cerrando os olhos

- aquele pé rapado da banda da garagem que anda de skate? - Mike perguntou fazendo careta e eu afirmei com a cabeça - ele é um merda

- verdade as roupas dele são mais merdas ainda - Ashley falou quase vomitando de horror

- Ele parece um viadinho usando aquelas calças largas e camisas tres numeros maior que ele - Denise falou e todos afirmaram com a cabeça - mais porque a pergunta miles? - Denise olhou pra ela desconfiada

- Ah é que a gente andou conversando e ele ate que ele é legal -ela forçou um sorriso e deu de ombros bebendo uma grande quantidade de cerveja em seguida.

- MEU DEUS VOCÊ TA FALANDO COM AQUELE FUBA? - Demi perguntou escandalizada - não acredito que decadência gata!

- Claro, mais vem cá Demi, você deve gostar de fuba né ate beijou um - Miley sorriu cinicamente para Demi que engasgou com a própria bebida

Eles continuaram conversando mais um pouco sobre Nick Jonas e seus amigos pé rapados e de como eles eram zuados e estranhos e de como eles não se encaixavam no grupinho deles e de como ele não era bom o suficiente para Miley, que na mesma hora encerrou o assunto e achou melhor esquecer o rapaz de vez. pobre Miley achando que ia esquece-lo.


5 anos depois...


- MEGAN PARA VOCÊ TA SE SUJANDO INTEIRINHA! - Miley gritava desesperada com a filha que se lambuzava inteira de chocolate.

FILHA? é isso mesmo. Cinco anos se passaram, Miley ficou com um tal liam a alguns anos atras e acabou engravidando. quando contou pra ele o mesmo sumiu do mapa no mesmo dia deixando Miley sozinha e gravida. E aqui estava a obra de arte, Megan. Os cabelos lisos numa mistura linda de loiro e castanho, olhos azuis e a pele branquinha. Era a copia perfeita de Miley!

- tchocolátí! - Megan falava com dificuldade apontando para o chocolate pois ainda só tinha 3 anos de idade, Miley revirou os olhos e entregou o chocolate a menina que quase desmaiou de felicidade.

- não se suje toda ouviu? -ela falou e Megan afirmou com a cabeça

Enquanto Megan comia loucamente o que sobrou do chocolate Miley ligava a tv na MTV e adivinha quem esta passando lá? Nick Jonas, e sua banda...Jonas Brothers, a menina quase tem um treco ali no meio da sala, caiu do sofá e foi correndo ate o telefone discando os numeros ja conhecidos.

- Olha quem é vivo sempre aparece! - Demi falou rindo

- você ta vendo a MTV? - Miles perguntou praticamente gritando

- Sim - Demi falou normalmente

- você viu quem esta nela? - Miles falou pausadamente pois Demi era lerda e provavelmente não tinha entendido o que ela dizia

- Sim, o Nick -ela disse

- e você nao fala nada? 

- o que eu falaria? - Demi perguntou cerrando os olhos mesmo que Miley nao pudesse ve-la

- Ele ta famoso, lindo, usando roupas legais e sendo tudo que vocês disseram que ele não seria - Miley falou quase chorando

- eu sei -suspirou- a gente foi no show deles e tudo. Ele realmente ta gato

- VOCÊ FOI NO SHOW DELE E NAO ME LEVOU? - Miley gritou com raiva

- você estava trabalhando, liguei de novo e sua empregada disse que você nao queria ver ninguem ai eu desisti

- você é uma vaca mesmo Demetria -ela revirou os olhos- tchau

- também te amo

Miley desligou o telefone e saiu correndo pra pegar o notebook enquanto Megan ficava feliz da vida comendo seu chocolate. Miley pesquisou sobre os garotos e a banda no google e descobriu que o proximo show dos Jonas Brothers seria amanha as 19h, sem pensar duas vezes ela comprou os ingressos.
O dia seguinte parecia uma tortura para Miley, ela olhava o relogio de segundo em segundo e a hora nunca mudava. Ela trabalhava na empresa dos pais e ganhava bem, bem pra caramba! Quando finalmente deu seu horario a menina saiu correndo para o carro e foi pra casa, se trocou com a melhor roupa que tinha e disse para a baba tomar conta de Megan até que ela voltasse e provavelmente teria que dormir por lá. Depois de intruções dadas ela correu ate a arena onde aconteceria o show, estava lotado, meninas gritavam histericamente e choravam e camisetas, pulseiras, bandeiras, fotos e tudo que se possa imaginar era vendido ali na porta. Depois de horas ela conseguiu entrar e ainda ficar na grade pra ser esmagada pelas pirralhas que pulavam feito pererecas no cio por ali. uma hora, duas horas, trés horas e finalmente o show começa. As meninas pulam e gritam e Miley sorri ao ver Nick no palco, lindo como sempre foi. mais agora com roupas mais apertadas e um corpo mais definido, o sorriso tímido de sempre nos lábios, perfeito, encantador. E ali estava ela vendo o menino que ela rejeitara a anos atras na sua frente, agora ele é um superstar e o rostinho bonito dela, o que valeu? Uma noite com um cara lindo que a engravidou e depois sumiu, grande coisa. Se arrependimento matasse a menina estaria morta e sendo pisoteada nesse exato momento! Quando o show acabou e quase todos foram embora Miley decidiu que precisava falar com ele, precisava que ele soubesse que ela sempre o amou e ainda amava, precisava tirar esse peso das costas que carregava a anos! Conseguiu subornar um segurança e entrou correndo pelos corredores ate achar uma porta escrito "JONAS BROTHERS CAMARIM" bateu na porta duas vezes e em seguida um menino de olhos verdes e cabelos enrolados abriu sorrindo gentilmente.

- oi -ela disse tentando esconder o nervosismo 

- é, oi -ele falou agora cerrando os olhos- você seria...

- Miley, Miley Cyrus! -ela sorriu

- porra tu é a Miley? cara não creio entra ai o Nick vai pirar quando souber, aproposito, sou o Kevin - Kevin puxou ela pra dentro e viu Joe comendo enquanto Nick olhava a vista pela janela - NICHOLAS OLHA QUEM ESTA AQUI!

Nick se virou e encontrou aqueles olhos azuis que sabia muito bem a quem pertenciam. Ela estava ali, meu deus ela estava ali, poderia desmaiar agora mesmo mais seria viadagem de mais.

- Miley? - o menino perguntou arregalando os olhos e sorrindo

- Oi Nick -ela sorriu mordendo os labios- quando tempo não? -ela deu uma risadinha e se aproximou dele dando um abraço tímido no rapaz.

- bastante tempo -ele sorriu debilmente sentindo o cheiro do perfume dela, ainda era o mesmo, pensou ele.

Joe e Kevin sairam da sala deixando Nick e Miley conversando sobre qualquer coisa. O menino explodia de felicidade de ve-la ali tão perto, estava ainda mais linda do que antes, unica diferença eram os cabelos que agora estavam loiros e na altura dos ombros. Conversaram sobre o que aconteceu em suas vidas nesse tempo todo, Nick falou sobre a banda e Miley sobre o emprego na empresa dos pais.

- mais então o que aconteceu pra você vir num show nosso? - Nick perguntou

- Eu vi vocês na MTV curti as musicas e vim -ela sorriu sem graça- ai acabou o show e eu subornei um segurança pra poder entrar aqui -ela riu e fez uma careta

- cara tu subornou o cara? não acredito -ele riu- então você queria me ver? -ele perguntou todo convencido

- é, exatamente. precisava falar com você -ela disse entortando a boca e pensando em como começaria aquilo

- ok -ele disse apreensivo- pode falar, estou te ouvindo.

- ta. É...que eu queria so te falar pra você saber e tals. Você sabe que eu sempre te amei né? desde os meus doze anos de idade. Sempre te amei, e ainda amo -ela sorriu timida- e eu não to falando isso agora só porque você ta famoso e usando roupas legais, só porque eu quero que você saiba. E eu fui uma estupida de ter ouvido meus amigos ao invés do meu coração, porque ele gritava loucamente por você mais mesmo assim eu o ignorei e preferi ouvir meus amigos e foi a pior coisa que eu fiz ate porque eles nao eram meus amigos de verdade, bom só a Demi mais enfim. Eu...- a frase ficou no ar pois logo em seguida ela sentiu os lábios de Nicholas junto ao seus, o beijo era calmo e intenso e cheio de saudades, Miley se sentia completa como não se sentia a anos. Era a melhor sensação do mundo.

- você fala de mais - Nick riu quando o beijo acabou - Eu sempre te amei, e sempre vou te amar! -ele disse se perdendo naqueles olhos azuis.


Depois daquele dia Miley e Nick começaram a ficar, depois de alguns meses estavam namorando e depois de um ano casados e Miley estava gravida de Alan, a vida não poderia estar melhor e mais perfeita. Finalmente o Punk e a Bailarina estavam juntos.


DIAS ATUAIS ...


- Ai acho que eu vou chorar - Alan dizia passando as mãos sujas de doritos nos olhos

- para de ser baitola e porco Alan Jonas - Megan reclamou - mais foi lindo mesmo -ela sorriu boba

- ai tem mais coisa - Alan apontou para a ultima folha do diario.

"Ele é apenas um garoto e eu sou só uma garota
Posso tornar isso mais óbvio?
Nós estamos apaixonados, não ouviu falar
Como nós abalamos o mundo um do outro? Estou com o garoto Skatista
Eu disse "vejo você mais tarde garoto"
Estarei nos bastidores depois do show
Vou estar no estúdio
Cantando a canção que escrevemos
Sobre uma garota que ele conhecia"

- Ai para agora eu que vou chorar - Megan dizia abanando os olhos evitando que as lagrimas.

- depois eu que sou o baitola - Alan reclamou 

- eu sou menina eu posso chorar e ai cala boca Alan! - Meg deu um tapa na testa do menino 

- O QUE VOCÊS ESTÃO FAZENDO AQUI E COM ISSO NA MÃO? - Miley apareceu na porta do escritório com uma cara nada agradável e logo em seguida Nick apareceu ao seu lado.

- Eu é... - Meg gaguejava nervosa

- Eu nao fiz nada mãe, ela pediu pra mim pegar e eu peguei, apenas. SOU INOCENTE NÃO ME BATE - Alan gritou desesperado

- relaxa amor, não tem nada de mais ali - Nick disse enquanto abraçava Miley por trás

- mesmo assim, já ensinei que não se pode mexer nas coisas dos outros sem permissão 

- desculpa mãe mais eu fiquei tão curiosa que nem deu tempo de perguntar - Meg fez biquinho- desculpa por favor?

- tudo bem tudo bem - Miley disse sorrindo, nunca conseguia ficar brava com nenhum dos dois.

- A historia de vocês é linda, eu que sou super macho quase chorei - Alan comentou se levantando fazendo todos rirem - serio sou macho. Enfim to saindo tchau 

- Megan, o Ethan está te esperando lá em baixo - Nick disse sorrindo para a menina

Não deu tempo de falar mais nada Megan saiu correndo porta a fora e indo ao encontro de Ethan, ele era seu vizinho a anos e tinha 18 anos assim como Megan, que era bailarina. Os dois conversavam alguma coisa enquanto Miley e Nick estavam olhando pela janela os dois com um sorriso nos labios.

- Eu ja vi essa historia antes... - Miley comentou

- Eu também, sobre um cara punk, uma menina que fazia ballet os dois se amam mais não assumem por causa dos amigos e anos depois eles ficam juntos - Nick falava sussurrando no ouvido de Miley fazendo ela arrepiar toda. Mesmo depois de anos e mais anos ele ainda tinha esse efeito sobre ela.

- só espero que ela não seja tão boba quanto eu e assuma logo - ela disse suspirando vendo Megan e Ethan saírem de mãos dadas 

- acho que eles não são tão lerdos como a gente, e acho que a historia do seu diário rendeu alguma coisa a ela - ele riu beijando miley.

E a historia se repete mais uma vez, mais agora com Megan e Ethan.

F I M.

Olá meninas, como vocês estão? *-*
Bom eu tava sem nada pra fazer e ouvindo sk8ter boy da Avril e ai essa historia veio na minha cabeça e eu comecei a escrever, fiz Niley porque vocês estavam pedindo e tal "Songfic" é porque a fic foi tirada de uma musica pra quem não sabe enfim é isso espero que vocês gostem e comentem bastante u_u kkkkk' 
i must be dreaming a parte 3 eu vou postar quando eu voltar do acampamento tudo bem? mais enquanto eu não posto vocês leiam essa fic ai hehehehe é isso

beijos porpurinas.

@sexocomjemi ;*