sexta-feira, 31 de agosto de 2012

i must be dreaming - Parte 6



Depois de Molly ter ignorado Miley descaradamente, fomos para aula de Biologia que eu particularmente amava. Mais três aulas e lá estava eu como sempre indo encontrar Lucy e Ian no intervalo na mesma mesa de sempre, mais hoje havia uma coisa diferente...Miley estava vindo comigo. 

- Meu. deus! -Lucy disse colocando as mãos na boca- é você mesmo? Miley? A perua que roubava minhas roupas a anos atras? -ela perguntou ainda boquiaberta.

- sim, a unica! -Miley sorriu convencida

-meu deus seus olhos me seduziram - Ian disse realmente perdido nos olhos da menina que gargalhou alto.

- é...obrigada? -ela disse sem ter muita certeza do que falar.

☃ ☃ 

Dois meses haviam se passado e muitas coisas realmente mudaram. Pra começar, Demi não morava mais na casa de Miley, Billy traiu Tish e eles se separaram, Miley continuou morando com o pai aqui, quanto a mãe e a irmã mais nova foram morar na Itália. Agora Demi morava na casa de Lucy, e estava adorando. Sra. Jonas era um amor de pessoa, convivia diariamente com Molly que agora amava Miley por ela ter dito que a branca de neve era sua princesa favorita. E também passava bastante tempo com Nick. Demi só tinha uma sensação estranha, toda vez que via fotos do irmão mais velho de Lucy, Joe, lhe batia um sentimento de que já o conhecia, mais era impossível.


JOE POV's

Fazia exatamente uma hora que eu havia chegado em londres, e dude, que saudade que eu estava desse frio que caracterizava a bela londres. Peguei um taxi e parei em frente a tão conhecida casa aonde eu vivi a melhor adolescência de todas. Entrei na casa que estava exatamente como antigamente, joguei as malas no meu antigo quarto e parei vendo a porta do quarto de hospedes aberta, agora ele estava bem diferente, as paredes todas roxo escuro com vários postres de bandas e cantores desde AC/DC até Kelly Clarkson, uma cama de casal com o edredom da mesma cor, uma estante com o computador em cima e varios livros jogados por lá e o banheiro continuava igual. O quarto agora era da amiga de intercambio de Lucy, se não me engano o nome dela era Demi. Ela tinha um bom gosto.
Sai correndo de casa novamente mais agora com outra roupa e de carro. Lucy iria fazer uma apresentação do coral hoje lá na escola e eu não poderia perder, ainda mais quando Nick que estaria dirigindo tudo.
Estacionei o carro e fui correndo pela escola que eu conhecia muito bem até chegar ao auditorio e encontrar meus pais e Molly sentados juntos guardando um lugar para mim. Cumprimentei todos e me sentei ao lado da pequena Molly enquanto o show começava.
A abertura do show foi legal, todos cantaram juntos "don't stop believin" com camisetas com frases dizendo algum defeito deles, o de Lucy era "my hair is pink" assim como o da outra menina que me chamou a atenção mais logo sumiu de vista. A luz do palco estava apagada, as pessoas em silencio esperando algo interessante acontecer e eu estava babando na poltrona quase dormindo quando a luz do palco acendeu de novo mais o mesmo estava vazio.

[n:/a coloquem essa musica > Gives you hell pra entrar no clima] 

As luzes do palco piscaram como em uma balada quase me cegando e então a introdução de gives you hell começaram, eu amava aquela musica porra!

I wake up every evening
With a big smile on my face
And it never feels out of place

A voz começou perfeitamente afinada me causando arrepios que só aumentaram quando eu olhei para o palco. A menina usava uma roupa* que a deixava simplesmente perfeita. Ela usava um top de renda e na altura dos seios ele tinha taxinhas em prata, uma saia preta, uma jaqueta jeans clara com detalhe nos ombros e uma bota, os cabelos soltos num tom loiro claro e as pontas rosas. Ela cantava sorrindo enquanto se apoiava no pedestal do microfone.

And you're still probably working
At a nine to five pace
I wonder how bad that tastes.

Ela começou a bater um dos pés no ritmo da musica assim como o pescoço que era ocupado por um colar grosso de prata com pontas.

When you see my face,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell.
When you walk my way,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell

Ela soltou o pedestal mais continuou parada em frente a ele enquanto mexia os braços como se apontasse para ela mesma, como se ela descrevesse a letra da musica.

Now where's your picket fence, love?
And where's that shiny car?
And did it ever get you far?
You've never seemed so tense, love.
I've never seen you fall so hard.
And do you know where you are?

Ela cantava sorrindo, um sorriso enorme e contagiante, no final da ultima frase da estrofe todos estavam de pé batendo palmas e se balançando no ritmo da musica, inclusive eu. E alguns que sabiam a letra cantavam junto, como eu. 

And truth be told, I miss you.

Ela disse a frase e apontou para alguém que estava em uma das poltronas ali na frente.

And truth be told, I'm lying.

Ela disse e jogou o cabelo dando as contas para o menino que, creio eu, ficou babando.

When you see my face,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell.
When you walk my way,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell.
If you find a man that's worth a damn,
and treats you well,
Then he's a fool,
You're just as well,
Hope it gives you hell.
I hope it gives you hell.

No refrão da musica, o restante do coral entrou pulando e fazendo coisas malucas enquanto cantavam junto com a menina linda, que infelizmente, eu não sabia o nome...ainda.

Now you'll never see
What you've done to me.
You can take back your memories
They're no good to me.
And here's all your lies,
You can look me in the eyes
With the sad, sad look that you wear so well

Ela ia dizendo enquanto jogava os cabelos loiros para o lado e esticava os braços pra frente, numa pose dramática e perfeita para o momento.
When you see my face,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell.
When you walk my way,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell.
If you find a man that's worth a damn,
and treats you well,
Then he's a fool,
You're just as well,
Hope it gives you hell.

Todos, literalmente todos no auditorio começaram a cantar o refrão com o coral que no momento ia pulando pela plateia fazendo graça, a menina loira do cabelo rosa veio até mim sorrindo e eu me perdi por inteiro sem saber o que fazer e quando pensei no que fazer ela já estava lá no palco de volta.

When you see my face,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell. (Hope it gives you hell.)
When you walk my way,
Hope it gives you hell, hope it gives you hell. (Hope it gives you hell.)

When you hear this song,
And you sing along
Oh, you'll never tell. (Oh, you'll never tell.)
Then you're the fool
You're just as well
Hope it gives you hell. (Hope it gives you hell.)

When you hear this song
I hope that it will give you hell. (Hope it gives you hell.)
You can sing along I hope that it
Would suit you well.

A musica acabou, eles deram as mãos jogaram pra cima e agradeceram, o melhor de tudo foi ver a loira do cabelo rosa, -sim eu vou chama-la assim.- com um sorriso enorme no rosto e mordendo a pontinha da lingua, dude, aquilo me seduziu pra caralho!
Estávamos Eu, mamãe, papai e Molly esperando Lucy, a amiguinha do intercambio e Nicholas. Olhei para todos os cantos procurando a loira do cabelo rosa mais não a encontrei em lugar nenhum, bufei e desisti, ficar brincando com Molly era mais interessante, só que não.
Lucy chegou pulando em meu colo e me abraçando, quer dizer, me enforcando. Aquela pirralha era uma insuportável mais eu não vivia sem ela, quando olhei pra frente vi quem eu menos esperava, a loira do cabelo rosa.

continua...

Héllow minhas purpurinas brilhosas (?) como vocês estão xuxus? Espero que bem :333

Então, estou demorando a postar porque eu estou sem internet, sim o fim do mundo mais é verdade :/ por isso a demora, corri aqui no trabalho da minha mãe só pra roubar a internet e postar pra vocês, ates que me matassem kkkkkk' e eu também to fazendo uns 45678908765 de cursos agora e estou realmente sem tempo, mais acalmem-se não vou abandona-las só demorar um pouquinho a postar, mais nada de mais hehe'
A A A A adivinha quem vai no z festival? EUUUU se alguém daqui do blog for no de SÃO PAULO, e na PISTA COMUM comenta que eu quero ver a porpurina lá rum U_U
Vocês viram que o blog ta de cara nova ...de novo? HEHEHE enjoo muito facil e troco toda hora sabe, o mais lindo mesmo é meu texto ali em cima pra Demi, espero que tenham gostado *u*
Enfim, é isso, COMENTEM MUITO se não NADA de fic pra vocês, não da tempo de eu responder mais eu LI TODOOOOOOOOOOOS os comentarios e agradeço por eles e é isso espero que tenham gostado.

NÃO SE ESQUEÇAM DE COMENTAR.
 E AHHH, CLARO, DE ENTRAR NO DARK SHADOWS e ler minha nova historia lá u___u

love ya'll
xx, fer <33




sexta-feira, 17 de agosto de 2012

MOLLY ::: i must be dreaming - parte 5



- tudo bem -peguei minha bolsa e voltei parando ao lado do professor e sussurrando em seu ouvido - eu não vou desistir de você professor Nicholas -sorri mais uma vez ironicamente e sai da sala.

Não, dessa vez eu não desistiria mesmo. Não seria infantil de novo, muito menos fraca ao ponto de sair correndo chorando por ouvir o que eu não queria. Eu mudei, eu faria com que ele me quisesse como nunca quis outra, eu faria ele me amar. Professor Nicholas ia me querer e não era uma escolha dele.
Estava no portão da escola quando vi Nicholas, mais como se eu acabei de sair da maldita sala? deixando esse pensando de lado vi ele se abaixar sorrindo e logo em seguida uma menininha pular em seu pescoço o abraçando apertado. Mais quem era aquela criatura? me aproximei um pouco mais e fiquei observando os dois. A menininha devia ter cinco anos ou menos, tinha os cabelos curtos na altura do ombro e eram castanhos claros, os olhos eram da mesma cor que os de Nick e eram enormes e a boca era vermelha contrastando com a pele branca e impecável da menina. 

[n/a: coloquei a foto aqui porque não queria ir só o link ta, enfim essa é a menina kkkk]


Ela usava um vestido florido e o cabelo preso em um rabo de cavalo completamente torto. Nick pegou ela no colo e a colocou no banco de traz de seu carro e então arrancou com o carro dali, me deixando muito curiosa. quem era aquela menina? Balancei a cabeça espantando os pensamentos e segui o caminho de casa, quando cheguei meu pai estava na frente do quintal arrumando o carro que ele amava mais do que a própria filha, Noah brincava de casinha na varanda da entrada. Entrei em casa e subi direto para o meu quarto me jogando na cama e encarando o teto. Como eu faria pra ter Nicholas?

- o que rola entre você e o Nick? - alguém perguntou e logo deduzi que fosse a maldita brasileira.

- acho que isso não é da sua conta. e uou, já está tão intima que o chama de Nick, brasileira? - perguntei me apoiando nos cotovelos pra encara-la melhor, quem ela pensa que é pra chama-lo daquela forma?

- qual seu problema comigo? - ela perguntou entrando no meu quarto e parando a minha frente - porque que eu saiba eu não te fiz nada, nem tive oportunidade de falar com você desde que cheguei nessa droga de Londres, porque me odeia tanto?

- nunca disse que te odiava - eu disse, não estava afim de falar com ela

- nunca disse que não odiava também -ela sorriu ironicamente

- por deus, como você consegue ser chata - reclamei revirando os olhos e me sentando na cama

- vamos miley, me diga...porque me odeia tanto assim? -ela perguntou me encarando, me olhando nos olhos como se assim pudesse ver o fundo de minha alma e descobrisse todos os meus segredos, o que me fez imediatamente desviar o olhar.

- olha eu sou assim ta legal? -falei finalmente olhando pra ela - esse é meu jeito. desculpe se eu fui arrogante.

- sim, você foi muito arrogante -Demi fez uma careta engraçada, que ate me fez rir- mais fiquei sabendo que você não era assim. Pode confiar em mim Miley, eu só quero ser sua amiga...

- não é tão fácil assim, não tem a ver só comigo sabe -disse suspirando

- envolve o Nick - Demi sorriu compreensiva

- é -sorri de um jeito triste- tem sim, e ...-suspirei novamente- desculpa ter sido arrogante mais esse é meu jeito de afastar as pessoas pra que elas não me magoem mais 

- eu entendo -ela se sentou na minha frente- mais eu quero ser sua amiga, e juro que não vou te magoar e quem ousar te magoar juro que quebro a cara. Brasileiras são fortes -ela sorriu animada

- tudo bem -eu ri- amigas? -perguntei

- sim, amigas -ela sorriu e me surpreendeu me abraçando apertado, sem aguentar mais a abracei forte também e as lagrimas começaram a cair.

- você gosta dele não é? - Demi perguntou e eu apenas afirmei com a cabeça- E ele disse não pra você no passado e agora você quer faze-lo mudar de ideia? -ela falou novamente

- sim -disse com a voz entrecortada pelo choro- mais como você sabe disso tudo? -perguntei confusa

- digamos que eu virei amiga intima do professor em um dia -sorri- ainda mais depois de ter ficado horas brincando com a Molly 

- Molly? quem é Molly? e o que ela tem a ver com Nick? - disparei em perguntas, o que diabos a tal da "Molly" tinha a ver com o assunto?

- Ela é filha do Nick ...você não sabia? - Demi perguntou cerrando os olhos

FILHA? como assim filha? ele tinha uma filha e eu não sabia? Então as imagens dele no portão da escola, a menininha o abraçando e ele sorrindo. Agora sim tudo fazia sentido...ele tinha uma filha. DEUS ELE TINHA UMA FILHA E EU NÃO SABIA!

- uma...u-uma filha? - eu perguntei gaguejando, qual é não é todo dia que a gente descobre que o cara que você ama tem uma filha.

- sim, uma filha. O nome dela é Molly ela tem quatro anos, ela é filha de uma ex-namorada do Nick, Molly morava com a mãe em Paris até alguns anos atrás mais parece que a mãe dela teve um surto psicótico e foi internada, os avós não quiseram a Molly então Nick conseguiu a guarda dela - Demi sorriu contente por ter conseguido contar tudo

- mais que porcaria, ele tem uma filha, minhas chances são impossíveis agora! - disse triste me jogando no colo de Demi, não sei porque mais eu sentia que podia confiar nela cegamente e ela não me decepcionaria.

- porque? isso pode aumentar, Molly é uma menina dificil bem arrogante pra idade, lembra você! se conseguir se aproximar dela obviamente você se aproxima dele...

- DEUS! Demetria você é uma gênia - segurei o rosto dela entre minhas mãos e dei um selinho nela

- vai se fuder, não deixei você me beijar -ela riu me empurrando

- foi a emoção, e isso é normal. somos amigas - mostrei a linguá rindo 

- idiota -ela riu- enfim, Lucy pode nos ajudar. Ela é prima dele e ele está ficando na casa dela...- Demi disse sorrindo diabolicamente

- quanto tempo não falo com a Lucy - falei pensando, desde que Nick me dissera um não bem grande na casa dela nunca mais voltei lá ou falei com ela.

- ela sente sua falta - demi disse- vai ficar feliz em saber que está de volta

Demi POV's

Finalmente eu tinha conseguido virar amiga de Miley, quem diria que pra isso acontecer eu só precisava falar com um certo professor gato! passamos a tarde toda conversando e rindo. Lucy me ligou dizendo que iria chegar mais cedo na escola por causa do coral mais eu nem liguei não ia sair da minha cama por nada neste mundo, pelo menos não iria sair até Miley chegar no meu quarto gritando.

- sai daqui maldita -resmunguei colocando o travesseiro na cabeça

- não sua lerda, vamos logo! quero chegar bem na hora que o Nick chega. VAMOS DEMI! - Ela gritou irritada arrancando o travesseiro e o edredom

- puta que pariu, você era mais legal quando não falava comigo - me levantei coçando os olhos

- também te amo! - ela sorriu e saiu do quarto

nos trocamos, tomamos café e Miley saiu praticamente me arrastando pra fora  de casa e andando um tanto quanto rapido pela rua. Finalmente quando chegamos em frente a escola Nick e Molly estavam entrando também.

- oi Nick - disse sorrindo e dando um beijo em sua bochecha- Molly..cade meu beijo? - perguntei a ela colocando a mão na cintura e batendo o pé fazendo ela rir alto

- oi Demi -ela disse com a voz animada e pulou me dando um beijo estalado na bochecha - Ei, vocês conhecem minha amiga? A Miley...-eu disse sorrindo abertamente

- oi - Miley disse sorrindo e acenando com a mão.

- olá Miley - Nick sorriu sem mostrar os dentes

- oi - Molly disse olhando pra Miley com uma sobrancelha levantada e cara de metida, fodeu.



C O N T I N U A ...


HÉLLOWWWWWW, como vocês estão? 
bom demorei um pouquinho mais é que eu estava com uns probleminhas aqui e não tive tempo nem cabeça pra postar sabe como é né, me desculpem e não me matem vocês sabem que eu amo vocês né <3333 KKKKKK'
Enfim, espero que tenham gostado não ta muito bom mais é que eu sei lá, fiz correndo ai ficou essa cagadinha ai que vocês leram ehehhehe MAS MESMO ESTANDO ESSA CAGADINHA OBRIGO VOCÊS A COMENTAREM, ate fiquei mais animadinha quando eu vi vocês comentando, sai saltitando pela casa -n queria agradecer a quem ta lendo meu novo blog e tals e dizer que eu ja postei a segunda parte lá então entrem aqui >> DARK SHADOWS mais já vou logo avisando, quem não tem estomago ou não gosta de ler coisas com a Demi se cortando ou sendo meio louca, nem adianta ler porque em algumas partes da fic vai ter bastante disso, não sempre, mais tem. MAIS ENFIM VAI LA VER SE NÃO GOSTAR NÃO TEM PROBLEMA U_U

É isso meus amores, não vou responder vocês porque eu estou em uma tarefa muito dificil onde eu tenho que me atirar no chão e chorar implorando pra mamãe deixar eu ir ver minha Demi gatissíma e meus dudes lindos do mcfly, mais no proximo eu respondo....SE VOCÊS COMENTAREM CLARO!!!!


enfim beijosss xuxus 

não esqueçam de dar uma olhadinha em DARK SHADOWS  e ver se vocês curtem, sigam e comentem lá.

love ya'll 
xoxo fer <33



segunda-feira, 6 de agosto de 2012

CLUBE DO CORAL :: i must be dreaming - Parte 4




Na sala do clube do coral só se ouvia sussurros desesperados das meninas da equipe de torcida, Sim aquelas que ficam com aquele uniforme maldito até pra tomar banho. Elas estavam lá e eu nem entendia o motivo, ate o professor Nicholas entrar na sala. Vi Lucy rir discretamente, Ian rolar os olhos, os meninos ficarem encarando o professor com uma grande cara de merda, um gay babar na bunda do senhor Nicholas e Miley encarar o professor sem piscar nem uma vez e nesse momento seus olhos estavam mais azuis do que nunca, chegavam ate brilhar...ou era coisa da minha cabeça? não, creio que não eu não estou tão louca assim.

- silencio por favor - senhor Nicholas pediu educadamente e quando a sala se calou sorriu novamente sem mostrar os dentes. - como vocês, ou a maioria de vocês sabem...pra entrar aqui vocês precisam fazer um teste certo?

- mais professor -Ashley uma lider de torcida morena e esquelética se pronunciou fazendo todos rolarem os olhos - e se eu não souber cantar? -ela fez um biquinho digno de cocota funkeira.

- bom, ai não faria sentido algum a senhorita estar aqui não acha Sra...-ele olhou na lista de presença e continuou- Greene?

Ela não disse nada apenas recolheu a pose de vadia e o restante da sala riu. Passando esse episodio humilhante para a vadia, professor Nicholas começou a chamar os novatos pra fazer o teste. Começou com Shari, ela era bem legal e simpática e quando eu vi ela soltar o gogó ate congelei, sua voz era realmente linda! depois de Shari foi Taylor uma loira alta e de olhos azuis ela parecia uma boneca, e além de ser linda e popular era extremamente meiga, gentil e humilde, a loira cantou "viva la vida" do coldplay e eu fiquei boquiaberta puta que pariu ficou muito bom. Depois de Tay, veio alguém que realmente me interessava, Miley. A quase ruiva parou na frente do professor o encarando nos olhos, sorriu meigamente coisa que eu nunca havia visto antes e respirou fundo começando a cantar "smell like a teen spirit" do Nirvana e lá vou eu de novo com o meu...PUTA QUE PARIU a voz dela era incrível, nunca imaginei ela cantando desse jeito, ela conseguiu ser mais aplaudida que a Taylor e o professor Nicholas agora sorria abertamente mostrando todos os dentes brancos mais não retinhos que ele tinha. FODEU, VOU PARIR UM CAVALO, CORRE DEMI RUN RUN RUN...não dava mais tempo, era minha vez.

- Senhorita Lovato? DEMETRIA LOVATO - professor Nicholas gritou me tirando das minhas profundas ideias de sair correndo ou me atirar da janela - sua vez querida -ele sorriu de um jeito afetado o que me fez rir e ele também

sai da minha linda cadeirinha de madeira dura com a bunda provavelmente quadrada, parei de frente para todos os alunos e o professor estava entre eles agora ao lado de Lucy que me encarava dizendo coisas como "vai lá garota você consegue" sorri e respirei fundo, a introdução de "turn up the music" começou e eu sorri, aquela musica me contagiava e o nervoso todo ia embora. fechei os olhos e comecei a balançar no ritimo da musica e então eu liguei o foda-se e soltei a voz, se tivesse ruim o máximo que aconteceria é o gatissímo do professor Nicholas me expulsar de lá, básico! mais não. Quando eu acabei todos sorriam e batiam palmas e Lucy, maldita Lucy gritava "ISSO, ELA É MINHA AMIGA, VAI DÊDÊ VAI LOIRA UHHHH" maldita lucille! depois de mim teve as vadias da torcida, elas tentaram, TENTARAM cantar i kissed a girl  da Katy Perry mais não rolou. Depois delas o gayzinho que rebolou muito pro professor que prendia o riso e depois o resto que eu nem reparei mais. 

- agora que foram todos, vou dizer quem entrou, os nomes que eu não disser é porque não entrou tudo bem? -ele olhou pra todos da sala que estavam afirmando com a cabeça - pois bem, vamos lá. Taylor Swift. Shari Short. Miley Cyrus. Kevin Mchale. Cory Monteih. Lea Michele. Chris Colfer. Dianna Agron e por ultimo mais não menos importante - Nicholas sorriu - Demi Lovato.

eu estava fazendo tanta força que eu poderia ter cagado ali no meio, mais graças a o deus Nicholas minha força foi embora quando ele disse meu nome e eu comecei a sorrir igual uma debi-mental. Eu já estava perdendo a esperança porque puta que pariu, ele tinha falado o nome de todos os melhores e nada do meu, não que eu fosse boa mais não era horrível tinha consciência disso minha voz era linda modéstia parte! mais foda-se eu entrei nessa porra, beijo na bunda de todo mundo Demi Lovato entrou no clube do coral de uma escola em londres. chupa seus filha da mãe. Ok passou, passou só foi um momento que o santo brasileiro baixou mais ja foi embora rsrsrs.
Conversamos mais um pouco com os integrantes do clube do coral e eu particulamente adorei todos, principalmente o tal do Cory que se não estivesse babando tanto pela Taylor eu ate arriscaria paquerar, enfim. no final da aula Lucy foi conversar com Nicholas enquanto todos saiam eu percebi que Miley enrolava pra guardar o material esperando Lucy sair da sala para provavelmente conversar com o professor. Arrastei a nanica da sala deixando apenas Miley e Nicholas lá. Já disse que estou totalmente curiosa sobre esses dois? se não...eu estou, e muito viu!

Miley POV's

Depois dos testes do coral todos sairam da sala, mais é claro que a maldita da Lovato e a Lucy ficaram lá. Sempre estragando meus planos não é mesmo? Revirei os olhos bufando e enrolando mais um pouco pra guardar o material até que finalmente as duas cabelo multi-color saíram da sala me deixando a sós com Nicholas.

- está tudo bem Miley? -Nick perguntou- Todos já saíram da sala e você continua ai...

- queria ficar e conversar com você Nick - disse o chamando pelo apelido deixando um professor um tanto quanto tenso a minha frente

- Miley já conversamos sobre isso antes -ele disse me repreendendo por minhas futuras intenções.

- eu não me lembro de conversa alguma -sorri ironicamente

- Miley saia! - Nick disse ficando vermelho

- tudo bem -peguei minha bolsa e voltei parando ao lado do professor e sussurrando em seu ouvido - eu não vou desistir de você professor Nicholas -sorri mais uma vez ironicamente e sai da sala.

Não, dessa vez eu não desistiria mesmo. Não seria infantil de novo, muito menos fraca ao ponto de sair correndo chorando por ouvir o que eu não queria. Eu mudei, eu faria com que ele me quisesse como nunca quis outra, eu faria ele me amar. Professor Nicholas ia me querer e não era uma escolha dele.


C O N T I N U A...

E ai minhas gatissímas, como vocês estão? 

Bom ai está a Parte 4 da fic, ela ficou um pouco menor porque se eu fizesse maior eu iria contar coisas que não eram pra ser mencionadas...AINDA! MUAHAHAH i'm bad bicth -nnnn Enfim é isso, espero que tenham gostado e COMENTEM SUAS VACA...QUE EU AMO MUITO CLARO <3333333

serio comentem, o blog fica feliz e se sente amado com o comentário de vocês hehe. 

A proxima shortfic vai ser JELENA (JUSTIN E SELENA) e eu espero que as beliebers ou dreamers não surtem se do casal e se não gostarem LEIAM DO MESMO JEITO -n enfim, é isso recados dados ...MENTIRAM FALTOU MAIS UM *o*


ESTOU XATIADISSÍMA QUE VOCÊS NÃO COMENTAM :CC se tiver vergonha nem precisa ter sou um amor de pessoa e nem mordo viu, se for preguiça vai se fuder e leva a preguiça junto e só volta sem ela e se for outra coisa foda-se quero nem saber comentem :c KKKKKKKKKKKKKK serio, BLOG MOVIDO A COMENTARIOS, SEM COMENTARIOS SEM FIC PRA VOCÊS POXA U.U

enfim é isso não vou responder vocês pois estou revoltada.

C O M E N T E M!!!!!!!!!!!


beijosssss, amo vocês - @sexocomjemi - Fer

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

SHORTFIC :: don't say yes run away now! [ZANESSA]



Vanessa andava de um lado para o outro no quarto completamente atordoada enquanto a melhor amiga, Ashley, tentava acalma-la mais a menina estava se saindo completamente fracassada em suas tentativas.

- Van gatinha - Ashley chamou a amiga pelo apelido de um jeito carinhoso fazendo a morena finalmente olhar pra ela- se acalme, desse jeito você não vai resolver nada.

- eu estou perdida Ash! - Vanessa disse deixando as lagrimas que tanto segurara rolar livremente por seu rosto- me ajuda - a menina sussurrou desesperada.

Não está entendendo nada? deixe que eu lhe explico. Vanessa Hudgens, 22 anos, mora em Los Angeles junto com a melhor amiga Ashley. Faz faculdade de psiquiatria e lá acabou conhecendo Zac, um cara extremamente lindo e estupidamente gostoso, porém a menina o odiava e o sentimento era reciproco até...duas semanas atrás. Vanessa estava em um pub com as amigas e avistou Zac e a namoradinha fútil revirou os olhos castanhos ignorando os dois. Não iria deixar nada estragar sua noite, não hoje, não ele. Um copo de vodka, dois, três, quatro, e quando percebeu Vanessa estava completamente bêbada e o pior de tudo, aos beijos com Zac no fundo do pub.
Pra situação ficar melhor ainda, sintam a ironia no "melhor ainda" Zac a levou ate seu apartamento ainda aos beijos e amassos e bom, o que aconteceu entre as quatro paredes azuis do quarto do rapaz nós realmente não precisamos saber não é mesmo? depois daquele momento agitado os dois pegaram no sono. Vanessa levantou no meio da noite com a cabeça explodindo olhou para os lados e então encontrou Zac dormindo profundamente e ao contrario do que pensou, não gritou, não acordou o rapaz, nem estapeou o mesmo. apenas deu um sorriso minimo e foi ate a cozinha um pouco tonta pois o efeito da bebida ainda não tinha passado. Bebeu um copo d'água e quando voltou para o quarto viu Zac sentado massageando as temporãs  provavelmente sentia a mesma dor que ela. A morena se sentou de frente para o rapaz e encarou os olhos azuis de Zac e ali se perdeu por longos minutos, e então o que a menina tentava negar a si mesma há anos, ficou o mais obvio possivel naquela noite. Ela o amava, sempre amou. bem que falaram que "amor e odio sempre andam juntos" era assim sua relação com Zac. Depois daquela noite intensa onde os dois revelaram sentimentos ate então escondidos não se falaram mais por uma semana e quando Vanessa pensou em ligar para ele, Ashley apareceu em casa desesperada contando que Zac iria se casar com Lisa, a namoradinha babaca. A morena perdeu o chão quando as palavras "Zac" "casamento" "lisa" saíram da boca de Ashley, então era isso...quando ela finalmente se toca de que ela o ama, e que ele a ama ela o perde? não era pra eles serem felizes para sempre, se casarem e toda essa parafernália que contam em historias e filmes? aquilo nem de longe parecia um conto de fadas, um filme romantico ou um livro estilo romeu e julieta. Pra ela estava mais pra um filme de terror tipo jogos mortais ou coisas piores. E agora lá estava ela dividida, atordoada, sem saber o que fazer...no dia do casamento de Zac. Então Vanessa viu uma luz no fim do tunel, sorriu maliciosamente e saiu correndo colocando um vestido* tomara que caia preto com algo que parecia missangas ou coisa do tipo na parte do busto e da cintura pra baixo rosa pink em varias camadas de um tecido quase transparente, um salto alto preto básico e os cabelos pretos e longos soltos e enrolados caindo como uma cascata maquiagem preta nos olhos e um brilho sem cor e lá estava ela sorrindo para seu reflexo no espelho.

- o que diabos você vai fazer Vanessa? - Ashley perguntou confusa e desesperada.

[n/a: coloquem pra carregar Speak Now da Taylor, se acabar a musica vai colocando no repet. fica mais legal hehe]

- Sabe, eu não sou o tipo de garota que interrompe rudemente uma ocasião de véu branco. Mas, ele também não é o tipo de cara que se casaria com a garota errada não acha? - Vanessa perguntou com o mesmo sorriso malicioso de antes.


Vanessa estacionou o carro em frente a uma igreja enorme, parecia um castelo de contos de fadas, suspirou nervosa, contou ate dez, contou carneiros, sapos, coelhos e tudo que pudesse pra acalma-la mais nada funcionava, irritada a menina adentrou a igreja discretamente e estava lotada, ninguem perceberia sua presença ali. Ela entra na igreja e vê todos os amigos de Zac ali e a pequena familia de Lisa mal-humorada todinha vestindo vestidos em tons pasteis. Ela vê também Lisa gritando com as pequenas damas de honra, então Vanessa repara no vestido da loira no altar um pouco a sua frente, ela parecia um cupcake ambulante! "isso certamente não é o que ele esperava" pensou Vanessa. Então viu Lisa conversando com a mãe e a mesma a arrastando para a porta da igreja. A vontade de vanessa era levantar do banco e dizer "não diga sim, fuja agora eu estarei lhe esperando na porta dos fundos da igreja. Não espere ou diga nenhum voto, você precisa me ouvir" mais ainda não era o momento certo, "aguente, aguente você consegue" era o mantra que Vanessa repetia varias vezes pra se acalmar. E então o orgão começa a tocar, uma canção que soa como uma marcha da morte, agora Vanessa estava escondida atras das cortinas da igreja vendo todos trocarem gestos divertidos enquanto o cupcake humano adentrava a igreja. E ela continuava escondida, pelo que percebera não tinha sido convidada pela adorável esposa de Zac. Lisa não parecia andar pelo corredor da igreja e sim flutuar, ela se sentia uma rainha de concurso, Lisa realmente era linda. Mais Vanessa sabia, sentia que Zac queria...queria que fosse ela ali e não Lisa.
Vanessa agora estava sentada em um dos últimos bancos da igreja quando ouviu o padre dizer "fale agora ou se cale para sempre" houve um silencio mortal na igreja, era sua ultima chance, era a ultima chance de ter Zac. Vanessa levantou-se com as mãos tremulas e suadas e todos a olharam, olhavam-na horrorizados mais ela apenas encarava os olhos azuis de Zac no altar que a encarava de olhos arregalados e um sorriso incrédulo nos lábios então ela começou a dizer.

- eu não sou o tipo de garota que interrompe rudemente uma ocasião de véu branco, mais você também não é o tipo de garoto que se casa com a garota errada! -ela sorriu pra ele- não diga sim, fuja! estarei o esperando na porta dos fundos da igreja. Não espere ou diga nenhum voto...você precisa me ouvir. -ela disse com uma confiança e suplica na voz que agora estava rouca pelo fato de estar segurando o choro dizendo essas palavras Vanessa começou a caminhar para a porta de saída da igreja.

Houve outro silencio na igreja, todos olhavam atentamente cada movimento que Zac, Lisa e Vanessa faziam, quando a loira ia se pronunciar Zac foi mais rápido, agora ele sorria debilmente.

- vamos fugir agora! -ele disse com o mesmo sorriso no rosto- Eu vou lhe encontrar com meu smoking na porta dos fundos. Van meu anjo, eu não disse o meu voto! que bom que você estava por perto quando eles disseram "fale agora" - dizendo isso o rapaz saiu correndo do altar abraçando vanessa tão forte que a menina ficou com os pés no ar e logo em seguida a beijou com paixão, com necessidade e saudade.

Ele não disse sim, ele correu, ele a escolheu!


THE END.

Olá minhas porpurinas gatissímas, como vocês estão meus xuxus? :33
como eu tinha falado antes pra vocês escolherem um casal e eu faria a shortfic ai está o que mais pediram foi ZANESSA por isso eu fiz com eles, a shortfic é inspirada na musica speak now da taylor swift e eu espero que vocês gostem minhas lindas.
Agora que eu ja fiz de zanessa vocês podem escolher outro casal QUE NÃO SEJA > JEMI. NILEY. OU ZANESSA < tudo bem? porque esses já foram, ai não vai ter graça e vai ficar super repetitivo os casais né? enfim espero que gostem e comentem bastante. Já estou quase no final da parte 4 de i must be dreaming mais essa estava pronta ai eu já postei logo.

UMA COISA IMPORTANTISSÍMA AGORA PORPURINAS.

tenho uma prima idiota (te amo ana) e ela fez um blog sobre mim, a Mariana (a que me ajudava a escrever aqui) e a Karen (escritora de imaginebelieber que vocês devem conhecer) enfim, pra "inovar" o blog dela, ela esta fazendo uma fanfic...chama "humilde residencia" kkkkk e ela está convidando vocês a participarem lá quem quiser entra aqui > luvies porpurinadas vai nos comentarios e deixa o nome, idade, o nome da sua paixão e se descreva ou manda uma foto sua. super facil, vai lá gente vai ser super legal a historia :3

bom os avisos e divulgações são esses, agora FINALMENTE eu vou responder vocês <333333333


Feer :: é, entupidora de banheiros u.u kkkkkk eu nem te deixei com saudades, para ow u_u nass amei, eu e liam vou escrever viu husahuashu nnn quem sabe se mais gente pedir eu faço uma da Demi e do Niall ;3 beijosss premio de primeira pra você \*O*/


Jemi Donw :: oioioioi dança kuduro (88) nah, oooi amor. sem querer ser deselegante ou chata mais tu errou tudo viu KKKKKKKKKKKKKKKKKK o Liam nem entra nessa historia sua lerda <333 e sai tira o olho do MEU PROFESSOR NICHOLAS! okok vou ver se faço uma com eles ta? vishe se liga nao sigo ordens sou rebelde U_U KKKKKK adiosss


bia :: oooi, que bom que gostou hehe. psé OMG mesmo pro professor nicholas ein 666 fiz zanessa hehe beijos ferr (não raymunda)


anonimo: que bom que gostou *-* não demorarei não rlx kkkkkk ok (:


SandrineVenas: MILEY E JUSTIN U_U AUSHHUASHUASHU


Mariane *-*: nem ta perfeito mais valeu amor, psé Lucy é tapada coitada kkkkkk aguenta mais um pouquinho a curiosidade ai que eu postarei em breve hehe


anonimo :: que bom que gostou :3 postarei em breve amor, e vou ver aqui se mais gente pedir eu faço com a Demi e o Alex sim podexá .


True Love :: aêeee que bom que gostou amor. contou não hehe ai que super chique estou nas indicadas u.ú indiquei, vou ler e comentar sim podexá linda okok vou ver aqui se faço com eles beijosss.

leticia :: fiz zanessa amor ;3


esfirrardademi :: nunca ta perfeito masok brigada gigi kkkk <333 


anonimo(Milly) :: nem ta perfeito xuxu mais valeu kkkkkkkk eu fiz zanessa hehe se mais pessoas pedirem os outros eu faço com eles ok? <333


the story of us :: ja divulguei sua porcaria shhuasuhahus


Alexia :: porpurinas please kkk que bom que ta bem. todos queriam ter um nicholas dando aula o ano inteiro ne aushuashu que bom que gostou ;3 beijoss


bom estão todas devidamente respondidas, qualquer duvida, sugestão, critica ou sei lá diga nos comentarios ou me chamem no twitter, sempre estou lá >> @sexocomjemi 

É isso porpurinas, entrem lá no blog que eu indiquei e participem e comentem bastante aqui e eu postarei em breve a parte 4 da fic.

beijosss amo vocês

fer <333